Como tirar o máximo proveito de seu marketplace?

| 14/10/2013 - 08:44 AM | Comentários (2)

marketplace

© Amy Walters – Fotolia.com

1. Certifique-se de que todos os seus produtos estejam catalogados

Parece óbvio? Ser cuidadoso ao manter sua lista de produtos constantemente atualizada é importante para o desenvolvimento de suas vendas, mas o que é ainda mais importante é conseguir fazer com que suas listas de produtos trabalhem o máximo possível a seu favor. Certifique-se de que o texto de descrição do produto é claro e o mais adaptado possível. O velho ditado é certo – “uma imagem pode dizer mais que mil palavras”- mas um mecanismo de busca ainda não pode vê-la. Mesmo uma foto mais artística não vai ajudá-lo quando se trata de ranking de pesquisas. Construa descrições de produtos que ajudarão seu consumidor a fazer todas as decisões importantes para comprar. Pense e antecipe possíveis perguntas e, mais importante, certifique-se de que sua descrição seja exclusiva de suas páginas – caso contrário, você poderá apenas estar ajudando a direcionar o tráfego para uma outra loja virtual.

2. Ofereça frete rápido e gratuito (e esteja aberto para devoluções)

O fornecimento de uma logística rápida, confiável e eficiente é o mais recente campo de batalha para muitos varejistas e marketplaces online. O consumidor atual quer entregas rápidas e gratuitas, então é fundamental que os varejistas que operam online garantam que os custos de entrega sejam mantidos a um valor mínimo, em velocidade rápida. Você pode e deve pensar em formas adicionais de introduzir serviço ao cliente nesse processo. Se o objetivo é repetir as vendas, não se esqueça do consumidor assim que o pacote deixar o prédio para ser entregue. Ganhe uma “medalha” adicional ao permitir devolução em até 45 dias, pense em expandir toda sua política de devoluções – uma política de devolução gratuita pode ganhar a lealdade dos clientes em potencial.

3. Conteúdo é tudo

Conteúdo detalhado e rico é cada vez mais importante, não apenas para apresentar produtos e para impulsionar vendas, mas também para dar aos consumidores uma razão para voltar à sua loja. Se você oferece todo o tipo de informação que eles precisam, assim como uma opinião valiosa sobre tendência e decisões de compra, o consumidor irá direto até você na próxima vez que estiver procurando por inspiração. Certifique-se de que o conteúdo adicional é facilmente visualizado e ainda mais facilmente compartilhado, considere adicionar botões de compartilhamento em seus posts e usar canais de mídias sociais adicionais, tais como Twitter, Pinterest, Tumblr ou Facebook, para garantir que você atinja a maior quantidade de olhares possíveis. Lembre-se de que seus clientes querem saber o que os outros estão comprando, o que é tendência, e o que vai fazê-los se destacar da multidão, e você está em uma posição perfeita para dar-lhes esta informação. Ao tornar-se uma fonte confiável e apresentar a seu cliente produtos e itens que ele possivelmente não encontraria sozinho (isso faz parte da tendência global de Discovery Shopping), você vai construir um relacionamento duradouro com eles, que vai muito além de uma venda única.

4. Aproveite a página da sua loja ao máximo

Uma loja vazia não encoraja os clientes a entrarem, seja ela física ou virtual. Uma página sobre quem são as pessoas por trás da loja, dando boas vindas e contando sua história – junto com fonte personalizada, imagens, cores e conteúdo – irá agradar seu público-alvo e incentivar os visitantes a clicar. Tente personalizar sua vitrine para atrair seu público e certifique-se que está entregando conteúdo interessante e que é pertinente a seus interesses. Dados da operação da Rakuten no Reino Unido, Play.com, sugerem que os comerciantes têm visto um aumento significativo para os negócios com a introdução de lojas como estas, com uma média de crescimento de GMS de 53% ano a ano.

5. Conheça seu contato no marketplace

A maioria dos modelos de marketplaces disponibiliza uma certa quantidade de consultores em apoio ao comerciante. Obviamente, todo o apoio ao varejista não é criado de forma igual e alguns serviços de suporte são mais maduros ou abrangentes do que outros, mas, uma das melhores coisas que você pode fazer para o seu negócio online, é tornar-se o mais envolvido com o marketplace possível. Descubra quais são os mecanismos de suporte, descubra quem é responsável por acompanhar sua loja e os conheça tanto quanto possível. Idealmente, o contato deve estar lá para ajudar você e seu negócio a se tornar um sucesso, e eles podem ter uma grande dose de experiência para te ajudar. Portanto, devem ser o primeiro contato a quem você deve recorrer em caso de dúvidas ou preocupações.

6. Obtenha destaque nos e-mails do marketplace

Tire proveito do suporte adicional oferecido pelo modelo marketplace , questionando e se envolvendo em quaisquer atividades planejadas por eles, tais como ofertas sazonais e promoções. Comunique qualquer oferta ou planos de venda que possua a seu contato no marketplace. Deste modo, você pode tirar vantagens de qualquer email marketing, news alerts ou posts relevantes nas mídias sociais, assegurando que suas ofertas sejam comunicadas ao máximo de consumidores possíveis.

7. Monitore rotineiramente avaliações de feedback e métricas de desempenho

É uma verdade universalmente reconhecida que o valor de aquisição de novos clientes pode custar entre seis e nove vezes mais do que o custo de manter um. A mensagem é clara e forte – mantenha seus clientes satisfeitos e leais; monitore rotineiramente avaliações de feedback e métricas de desempenho. Tenha como objetivo uma taxa de cancelamento abaixo de 5% e uma taxa de preenchimento on-time de 95%, no mínimo, para garantir vendas repetidas e felizes.

8. Use as ferramentas de e-mail para a recolocação de compradores em potencial

Se o seu marketplace oferece a possibilidade de se comunicar diretamente por email com os clientes que você adquiriu, utilize essa ferramenta. Use todos os recursos de comunicação disponíveis para que você mantenha seus clientes informados sobre futuras promoções ou quando você listar novos produtos.

9. Link publicidade externa em suas listas

Aproveite as oportunidades de marketing online para direcionar o tráfego para sua loja virtual e destacar-se da concorrência. Você trabalhou duro na imagem de sua empresa, então aproveite todas as oportunidades de branding disponíveis.

Tags: , , , ,

Categoria: Cases

Sobre Ricardo Jordão: Ricardo Jordão é CMO da Rakuten Brasil. Ver mais artigos deste autor.

  • Todos Fornecedores
  • Plataformas
    • Gestão de Anúncios
    • Atendimento ao Cliente
    • E-Mail Marketing
    • Sistema de ERP
    • Pagamento Online
    • Plataforma de E-Commerce
    • Precificação Dinâmica
  • Serviços
    • Escola Espelicializada
    • Agência Especializada
 
Moovin
EZ Commerce
Jet
Rakuten
Bling
Accesstage
e-completo
Vtex
Mailbiz
Viewit
Digital UP
Softvar
LojaMestre
Braspag
Superpay
E-Goi
Neoassist
Tray
DLojavirtual
Dotstore
Ciashop
Seri.e
Akna
Web Jump
GhFly
E-Millennium
Bis2Bis
Bluefoot
ChannelAdvisor
F1soluções
Wiser
MasterPass
CustomerGauge
Tools E-commerce
Enviou
Sanders
BizCommerce
Internet Innovation
Signashop
Xtech Commerce
ComSchool
Thumb
Brasil na Web
Nação Digital
COMM2
 

Comentário (2)

Trackback URL | Comentários RSS Feed

  1. Marcos disse:

    AHhhhhhh! Eu só fã desse Ricardo. O marketplace é arma do pequeno pra se destacar no mercado. É assim que a nossa empresa pensa.

  2. Léa disse:

    Excelente texto. Parabéns!

Comente esta Matéria




Para incluir uma imagem ao lado do seu comentário, registre-se em Gravatar.