Como atrair o público certo para o seu e-commerce?

Atrair acessos e clientes em potencial até o e-commerce é um objetivo sempre visado. Afinal, quanto mais cliques das pessoas certas chegando no site, maior a chance de fechar vendas. Mas, como a competição está em todos os segmentos, é preciso se diferenciar já no primeiro contato.

As estratégias de marketing de atração só fazem sentido quando são pensadas no formato certo e direcionadas ao público correto. Para isso, gestores e analistas de marketing que cuidam de e-commerces devem ficar atentos a três etapas principais:  análise do cenário, segmento e formatos; criação de conteúdo para atração e maneiras possíveis de distribuição do material.

Como analisar?

O primeiro passo é definir qual público deve ser atraído para o seu e-commerce. Faça uma mensuração de faixa etária, localização geográfica, interesses e problemas do possível consumidor. O histórico no e-commerce e dados do Google Analytics ajudam a compilar dados e entender padrões no comportamento.

Busque identificar em quais mídias o público desejado consome conteúdo e quais são os formatos – texto, vídeo, áudio, infográfico – favoritos para consumir informação.

Após essa definição, faça pesquisas sobre temas de interesse. Reconheça as principais dúvidas, veja quais soluções podem ser oferecidas ou outro fator que pode motivar o engajamento do público. Utilize ferramentas de buscas de palavras-chave, como o Ubbersuggest, ou o Google Trends, que mostra assuntos que estão em alta. Elas podem inspirar e auxiliar na definição de ideias.

Quais são os conteúdos “certos”?

O conteúdo “certo” é aquele que cativa o público desejado, despertando atenção por meio do entretenimento, resolução de dúvidas ou problemas, seja trazendo informações novas ou apresentando de uma forma inusitada.  Pode ser uma série de posts no Facebook ou Instagram, listas, posts de blog, e-books, testes, entre outros.

As metodologias de Inbound Marketing e Inbound Commerce colocam o conteúdo no centro da estratégia de atração e, após a conversão, tornam-se fundamentais na nutrição dos leads e relacionamento. Além disso, auxiliam a segmentar ainda mais a base. Para saber mais sobre o assunto, clique aqui.

Produzir conteúdo no Instagram (feed, Stores, transmissões ao vivo e IGTV) é uma forma de melhorar a visibilidade do e-commerce e interagir com o público.

Planejando a distribuição

Um erro comum é focar na análise e na produção e esquecer a distribuição. Todas as etapas têm a mesma importância para que os objetivos sejam alcançados. Confira algumas dicas:

Smarthint
Performa.AI

Período e sazonalidade

Atente-se aos períodos de maior procura ou engajamento com o tema do conteúdo produzido e concentre as ações de distribuição – publicação, parceria, investimento – nesses momentos.

O lançamento de um calendário com datas para o nicho de Odontologia, por exemplo, tem um período limitado. É provável que os meses iniciais sejam o de maior procura pelo material, mas isso não impede que o tema seja revisitado ao longo do ano. Nesses casos, a dica é trabalhar em posts de blog ou para as mídias sociais as datas de cada mês, indicando a publicação como material completo.

Nas mídias sociais, posts sobre datas comemorativas, principalmente as que remetem à compra de presentes, devem ser antecipadas como lembretes ou sugestão de ideias. No dia específico, faça publicações visando engajamento do público.

Múltiplos canais

Se o material é um e-book, por exemplo, pode ser divulgado nas mídias sociais do próprio e-commerce e de parceiros. Banners com link para a página de download no site ou em blogs, sugestão do material em newsletter…

Depois de atrair o público certo para o seu e-commerce, é importante nutrir com conteúdo relevantes, até que esteja pronto para fechar uma compra. Imagem: Nação Digital.

Parcerias e Imprensa

Influenciadoras, formadores de opinião e sites especializados podem ser ótimas opções para divulgação de conteúdos, principalmente de ofertas de valor gratuitas (ferramentas, guias e planilhas). Faça uma lista estabelecendo para quem e para quais canais a informação produzida é relevante.

Investimento X orgânico

O investimento em mídia paga deve ser previsto na etapa de planejamento e pode ser distribuído em anúncios, ações com influenciadores, etc. Se não houver essa possibilidade, a atenção deve ser redobrada nos canais orgânicos para um resultado satisfatório. Monitore a ação, faça testes A/B, veja os dias e horários de publicação e identifique picos de audiência.

Lembre-se que o mesmo material pode ser adaptado e distribuído em várias frentes, desde que esteja de acordo com a proposta e o formato do canal de distribuição escolhido. Um e-book pode ser adaptado para posts de blog, por exemplo. Dentro do planejamento de marketing de atração, seguir as etapas de análise, criação e distribuição pode trazer bons resultados para seu e-commerce!

Nação Digital
A Nação Digital é a maior referência em Inbound Commerce no Brasil. União da metodologia de inbound marketing com processos próprios de segmentação, automação e otimização de verbas pra aumentar o faturamento de e-commerces.
  • Todos Fornecedores
  • Armazenamento
  • Consultoria
  • Entrega
  • Marketplace
  • Performance
  • Plataformas
    • Gestão de Anúncios
    • Atendimento ao Cliente
    • E-Mail Marketing
    • Sistema de ERP
    • Pagamento Online
    • Mídias Sociais
    • Plataforma de E-Commerce
    • Precificação Dinâmica
    • Vitrine Personalizada
  • Serviços
    • Escola Especializada
    • Logística
    • Agência Especializada
    • Redirecionamento de Encomendas
  • Soluções
 
Moovin
EZ Commerce
Rakuten
Bling
Accesstage
Mailbiz
LojaMestre
Neoassist
DLojavirtual
Dotstore
Seri.e Design
GhFly
E-Millennium
Bis2Bis
Bluefoot
F1soluções
Xtech Commerce
ComSchool
Brasil na Web
Nação Digital
E-Commerce Logística
Socialrocket
Precode
Smarthint
JET e-business
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.