Como empreender sem perder a saúde mental

NEF SUMMIT 2016 reúne neurociência e business em evento na capital paulista

Não é incomum ver um empreendedor sob pressão. Desde que decidi empreender muitas coisas mudaram em minha rotina. Trabalhei por cerca de quinze anos nas indústrias de construção civil e florestal. Ao longo desse tempo construí uma carreira sólida, fui reconhecida, promovida, ganhei prêmios, bônus e acumulei uma boa reserva de dinheiro.

No auge da crise de 2015, a empresa onde trabalhava passou por uma reestruturação, reduzindo o tamanho da sua operação no Brasil para 30%. Além disso, no âmbito familiar, enfrentei um problema de saúde de uma pessoa muito próxima. Após tudo ficar bem, decidi que queria correr atrás de um sonho: empreender. A área escolhida: saúde!

Durante o processo que comentei anteriormente, vivenciei uma dificuldade de acesso a bons profissionais de saúde. Percebi que municípios menores são carentes do atendimento mais básico ao mais complexo. Aos poucos, fui despertando meu interesse por consultas realizadas à distância e decidi estruturar uma startup focada em saúde mental, com o objetivo de conectar psicólogos e pacientes para terapia online, que já é permitida no Brasil.

Empreender não é uma jornada fácil

Empreender e fazer algo com propósito é motivador e apaixonante. É gratificante contribuir pessoalmente para o bem-estar de milhares de pessoas. No entanto, estruturar uma empresa no Brasil também é burocrático e um grande desafio. A falta de recursos financeiros de financiamento, a cobrança por resultados e a necessidade de fazer o negócio crescer rapidamente faz com que o estresse e a pressão aumentem.

Aliado a isso, investi simplesmente toda minha reserva de capital acumulada durante os meus quinze anos de atuação profissional. Vendi carro, usei todo o dinheiro que havia em fundo de garantia, reduzi minhas despesas pessoais para cerca de ⅕ do que estava acostumada e apostei tudo no negócio. Mais pressão!

Uma pesquisa feita pela Universidade de Berkeley na Califórnia com 242 empreendedores apresentou resultados assustadores:

72% dos empreendedores pesquisados apresentaram sintomas de transtornos psíquicos;

49% foram diagnosticados com um ou mais dos seguintes quadros: ansiedadedepressãoTDAHTranstorno Bipolar e vícios em alguma substância.

O termo “Founder’s blues” tem sido utilizado para denominar uma condição presente entre empreendedores e fundadores de empresas de tecnologia, que tem levado alguns ao suicídio, como foi o caso Aaron Swartz, co-founder da Startup Reddit, sediada em São Francisco, na Califórnia.

Geralmente esses transtornos acontecem pois é difícil aos fundadores manter um equilíbrio entre trabalho e vida pessoal. Empreender é viciante, mas é com certeza a coisa mais difícil que uma pessoa pode escolher para fazer na vida. Envolve sangue, suor, lágrimas e muito esforço. Há dias em que é impossível pegar no sono, pensando em como atender as expectativas de todos ao redor: equipe, clientes, sócios, investidores, etc. A carga de trabalho é altíssima, acabamos deixando os amigos de lado, a família e, por vezes, os relacionamentos pessoais também sofrem e com isso nossas emoções oscilam e acabamos mais vulneráveis. Apesar disso, saiba que é possível se proteger dos dias mais sombrios e empreender sem perder a saúde mental.

Empreender é com certeza a coisa mais difícil que uma pessoa pode escolher para fazer na vida.

Smarthint
Performa.AI

Dicas para não perder a saúde mental

Por empreender e ter fundado uma startup de psicologia, procuro ter um cuidado redobrado com a minha saúde e também com a da equipe. Decidi listar abaixo alguns hábitos que costumo cultivar para manter o equilíbrio e a saúde mental em dia:

  1. Reserve tempo para atividades que você gosta

Reserve tempo para você! Reserve momentos diários para fazer atividades que lhe tragam prazer e alegria. Assista sua série favorita, cozinhe, leia um livro, escreva, desenhe, toque seu instrumento favorito ou simplesmente deite e descanse. O dia foi difícil? Reuniões pesadas ou uma discussão inesperada? Saia para uma pequena caminhada ao redor do seu escritório. Levante, tome um café ou simplesmente vá para casa um pouco mais cedo. Tome um banho demorado, mentalize pensamentos positivos e relaxe. Se cometeu alguma falha, perdoe-se!

Saiba que não há somente a sua empresa em sua vida. Tenha tempo para sair com amigos. Conversar sobre assuntos que não sejam relativos ao trabalho é muito importante. É preciso ter consciência de que existe um mundo inteiro ao nosso redor.

  1. Pratique atividade física

A corrida é um paixão e também um hábito que entrou na minha vida em 2012. Desde que comecei a caminhar e depois correr, já completei 4 maratonas e corri mais de 10 meias maratonas. Pelo menos três vezes por semana acordo às 5 horas da manhã e vou até o Parque do Ibirapuera para uma corrida. Quando não consigo correr, normalmente fico mal humorada e minha semana fica bem pior. Ao praticar exercícios físicos, nosso corpo produz neurotransmissores como a noradrenalina, serotonina e dopamina responsáveis por sensações de prazer, relaxamento e bem-estar.

Reserve um tempo para uma caminhada, corrida ou qualquer atividade física que te proporcione prazer. Atividade física realizada de forma regular ajuda a fortalecer o sistema imunológico, reduzir a ansiedade, prevenir doenças cardiovasculares e obesidade. Aumenta a disposição para atividades do dia a dia e a produtividade no trabalho, regula o sono e melhora a saúde mental, prevenindo a depressão. Se você é do tipo competitivo, estabeleça uma meta, como por exemplo correr uma prova de 5 ou 10 km.

  1. Medite

Neurocientistas já comprovaram que a prática de meditação contribui para aumentar a região do córtex pré-frontal esquerdo, região responsável pelo sentimento de felicidade. Cinco minutos diários para observar a respiração já são eficientes para o começo. Se possível estimule sua equipe a meditar também, os ganhos serão enormes. A meditação é uma das intervenções mais eficientes para reduzir o estresse e fortalecer o sistema imunológico.

Eu gosto bastante e uso o Headspace. Descobri recentemente o app da Vivo Meditação, já em português.

Ao meditar, não se preocupe em fixar determinada técnica, apenas pratique. Preste atenção na sua respiração, no momento presente e no ambiente ao seu redor. Quando estamos atentos, reduzimos o estresse, nos tornamos mais resilientes, obtendo conhecimento, inteligência emocional e conscientização através da observação de nossa própria mente.

  1. Faça terapia

Um bom processo de análise ou de psicoterapia ajuda a melhorar a tomada de decisões, transforma atitudes inconscientes em conscientes, contribui para o desenvolvimento da empatia e nos deixa mais assertivos. Não há contraindicações. Terapia é algo que todo mundo deveria fazer, sem sombra de dúvidas. Nem sempre é fácil olhar para si e encarar nossos fantasmas, mas quando a gente passa a se conhecer, também passamos a ser mais leves e felizes. Não tem tempo? Que tal experimentar a terapia online?

Faço terapia há anos! Se tem uma coisa que me ajuda é aquela uma horinha semanal com a minha psicóloga. Todos nós temos pontos cegos, nem sempre conseguimos ver as coisas com clareza e, infelizmente, nem todo mundo sabe nos dar feedbacks assertivos. Às vezes pisamos na bola e ninguém vira e fala “você errou”. Um psicólogo, ao contrário, é um profissional neutro, que está ali sendo pago e está 100% à sua disposição para ajudar o sujeito a se ver e se conhecer. Inteligência emocional e autoconhecimento exigem horas e horas de prática, de fala, de escuta e de reflexão. A capacidade de se manter flexível e com a mente aberta em tempos incertos não é apenas uma coisa de personalidade. Também depende do que você faz. Se ainda não experimentou, recomendo que avalie essa opção.

Portanto, se você deseja estar à frente de uma organização de muito sucesso, cuide bem de uma das peças principais da sua empresa: você!

Avatar
Tatiana Pimenta é CEO e fundadora da Vittude, plataforma que conecta psicólogos e pacientes. Faz psicoterapia pessoal há quase 6 anos, sendo apaixonada por psicologia e comportamento humano. Idealizadora do Consultório Virtual da Vittude, desenvolvido especialmente para atendimentos de saúde, de forma segura e sigilosa.
  • Todos Fornecedores
  • Armazenamento
  • Consultoria
  • Entrega
  • Marketplace
  • Performance
  • Plataformas
    • Gestão de Anúncios
    • Atendimento ao Cliente
    • E-Mail Marketing
    • Sistema de ERP
    • Pagamento Online
    • Mídias Sociais
    • Plataforma de E-Commerce
    • Precificação Dinâmica
    • Vitrine Personalizada
  • Serviços
    • Escola Especializada
    • Logística
    • Agência Especializada
    • Redirecionamento de Encomendas
  • Soluções
 
Moovin
EZ Commerce
Rakuten
Bling
Accesstage
Mailbiz
LojaMestre
Neoassist
DLojavirtual
Dotstore
Seri.e Design
GhFly
E-Millennium
Bis2Bis
Bluefoot
F1soluções
Xtech Commerce
ComSchool
Brasil na Web
Nação Digital
E-Commerce Logística
Socialrocket
Precode
Smarthint
JET e-business
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.