E-commerce regional: o desafio do frete ágil e acessível ao pequeno empreendedor

| 05/01/2017 - 11:51 AM | Comentários (2)

Assunto quase proibido entre as grandes transportadoras privadas que trabalham com carga fracionada, os e-commerces regionais ganham volume, crescem em velocidade superior à do varejo físico e já são responsáveis por uma parcela significativa do faturamento do varejo online do Brasil.

De acordo com pesquisa do SEBRAE divulgada este ano, cerca de 42% dos e-commerces já estão sediados fora da região Sudeste. E a dificuldade de lidar com as grandes transportadoras é reciproca, já que proprietários de lojas virtuais que faturam até R$ 60 mil ao ano apontaram a logística como uma das 3 principais dificuldades de seus negócios, de acordo com o mesmo estudo.

Para quem fornece frete o grande desafio está justamente em encontrar uma equação equilibrada entre os baixos volumes, que geram custos fixos altos para quem transporta, e a informalidade com as quais essas empresas estão acostumadas a trabalhar.  Um cenário onde até então os Correios, com o e-SEDEX e suas mais de 7 mil agencias, entre próprias e franqueadas, conseguiam atender.

Com o fim do serviço, um dos grandes desafios logísticos do país – a oferta de frete com boa qualidade e valor acessível a este público –  vem à tona, e a solução começa a vir justamente das transportadoras privadas.

Para entender melhor as particularidades do e-commerce regional e atender a demanda crescente, a Total Express vem investindo esforços desde 2015 na abertura de representações em todo o Brasil, em um projeto que virou um dos principais pilares da companhia atualmente. Já são 8 representantes em cidades nas cidades de Belo Horizonte (MG), Blumenau (SC), Caçapava (SP), Campinas (SP), Curitiba (PR), Ribeirão Preto (SP), São Jose do Rio Preto (SP) e Sorocaba (SP). Até o final de 2017 a previsão é de chegar a 30.

Com o lançamento do e-Total, em janeiro, uma plataforma de serviços voltados para lojas virtuais de pequeno e médio porte, a Total Express fecha o pacote de soluções para atender a este público e promete transformar um dos grandes desafios do mercado de carga fracionada em oportunidade também para o pequeno embarcador, que poderá contar com um serviço de frete simples, ágil e seguro a um custo mais atraente do que o praticado pelos Correios.

Tags: , , , ,

Categoria: Dicas

Sobre Bruno Tortorello: Bruno Tortorello é diretor geral da Total Express. Ver mais artigos deste autor.

  • Todos Fornecedores
  • Plataformas
    • Atendimento ao Cliente
    • E-Mail Marketing
    • Sistema de ERP
    • Pagamento Online
    • Mídias Sociais
    • Plataforma de E-Commerce
  • Serviços
    • Escola Espelicializada
    • Logística
    • Agência Especializada
    • Redirecionamento de Encomendas
 
Moovin
EZ Commerce
Jet
Rakuten
Bling
Accesstage
Vtex
Mailbiz
Viewit
LojaMestre
Braspag
E-Goi
Neoassist
Tray
DLojavirtual
Dotstore
Ciashop
Seri.e
Akna
Web Jump
GhFly
E-Millennium
Bis2Bis
Bluefoot
F1soluções
Enviou
Xtech Commerce
ComSchool
Brasil na Web
Nação Digital
E-Commerce Logística
Trezo
Softvar
Qwintry
SoS Loja Virtual
 

Comentário (2)

Trackback URL | Comentários RSS Feed

  1. João Carlos disse:

    Já trabalhei como Gestor de Transporte de uma Empresa que tinha a Total Express como transportadora exclusiva. A Total enfrentou grandes dificuldades em virtude de um rápido crescimento e sofri muito nesse período,mas conheci bem as pessoas envolvidas e posso afirmar que trata-se de empresa séria e que está superando as dificuldades de atender uma alta demanda num mercado de poucos players.

  2. Marcus Salvio Pieroni disse:

    Bom dia, estou interessado na parceria com a Total Express na região norte de Minas, cidade base Montes Claros, quais deixo meu email para retorno!

    marcussalvio@gmail.com

Comente esta Matéria




Para incluir uma imagem ao lado do seu comentário, registre-se em Gravatar.