Logística para e-commerce: entenda a importância e saiba como estruturar

É praticamente impossível ter um negócio de sucesso na internet sem priorizar a logística para e-commerce.

Para começar, lembre-se de que não se trata apenas de cuidar da entrega do produto. É importante ter um processo bem estruturado que garanta o máximo de eficiência para toda a operação, desde a gestão do estoque até a distribuição.

O comércio eletrônico tem crescido nos últimos anos e para obter destaque não basta atender às expectativas do cliente, é preciso superá-las.

E, nesse caso, a logística para e-commerce tem um peso enorme, uma vez que falhas no processo impactam diretamente no nível de satisfação do consumidor.

Ainda tem dúvidas sobre como estruturar a logística da sua loja de maneira que ela possa ajudar na consolidação da sua marca? Confira as dicas que separamos para este artigo.

Logística para e-commerce: por que é importante investir?

Atuar com base na cultura do foco no cliente é um diferencial para qualquer empresa, mas para o comércio eletrônico estamos nos referindo a um pilar estratégico.

Ou seja, a valorização da experiência do usuário pode determinar o nível de performance do negócio. E o raciocínio para conseguir resultados melhores é simples: quanto mais você entender sobre o comportamento do cliente, mais terá condições de satisfazer, de forma efetiva, o interesse do seu público.

Nesse sentido, impossível ignorar o papel da logística. Por melhor que seja o seu produto e a experiência oferecida na hora da compra, todos os esforços serão em vão se a loja falhar na entrega.

Para reduzir o número de erros e aprimorar o serviço, só tem um caminho: buscar soluções adequadas para a operação.

São elas que vão ajudar a loja a executar boas estratégias para essa área, tendo em mente que conveniência é um conceito-chave para o ambiente digital.

Não se engane: o cliente online é muito mais exigente, até porque entende que tem um processo mais ativo no processo de compra.

Da parte das lojas, o mais importante é definir as orientações estratégicas para a área. Na busca de diferenciais competitivos, todos os detalhes fazem a diferença.

Prazo de entrega e valor do frete aparecem sempre como fatores decisivos para as compras online. Porém, ter boas alternativas nessa área, mas falhar no relacionamento com o cliente, pode anular as vantagens obtidas.

Num momento em que se valoriza tanto a experiência do usuário, é impossível ignorar as práticas que podem tirar a operação do lugar comum, ajudá-la a se destacar da concorrência.

Gestão profissional. Essa é uma característica comum entre as operações que têm conseguido sucesso no setor, e isso passa pela organização da logística.

Como organizar a logística de distribuição do seu e-commerce?

A primeira medida para ter um processo mais eficiente nessa área é contar com um bom planejamento. Como a logística contempla vários tipos de atividades, cada uma delas deve ser cuidada com a devida atenção.

Para orientar o seu trabalho, veja a lista que preparamos com as etapas mais importantes do processo de logística para e-commerce:

1-Seleção de fornecedores;

2-Recebimento e conferência dos produtos;

3-Armazenagem;

4-Controle do estoque;

5-Preparação dos pedidos (picking);

6-Comunicação com Correios ou transportadoras;

Edrone
olist
Smarthint
Performa.AI

7-Embalagem;

8-Documentação e emissão de nota fiscal;

9-Rastreamento e gerenciamento das entregas;

10-Logística reversa;

11-Pós-venda.

O planejamento adequado para cada um desses pontos garante que os negócios online obtenham um padrão superior de qualidade.

As decisões sobre cada uma dessas atividades precisam ser tomadas de acordo com as particularidades das operações. No entanto, existem alguns critérios que devem ser adotados. Vamos tratar deles no próximo tópico!

Como alcançar excelência na área de logística?

Dispor de soluções tecnológicas é fundamental para que a “engrenagem” por trás da loja online funcione no potencial máximo. Por isso, ao escolher a plataforma de e-commerce, certifique-se de que ela dispõe dos recursos apropriados.

Integração

Um dos mais importantes são os relacionados às possibilidades de integração. A omnicanalidade deixou de ser tendência para tornar-se realidade no comércio eletrônico.

Com isso, as soluções dedicadas ao controle do estoque precisam contemplar não apenas a gestão do que acontece no website, mas no mobile, nas redes sociais, nos marketplaces.

Desse modo, todas as operações de venda são registadas num sistema único, independentemente do canal, o que ajuda a reduzir o índice de falhas.

Outro aspecto importante, também relacionado à integração, é a possibilidade de o lojista recorrer à diferentes tipos de soluções tecnológicas disponíveis no mercado.

Para isso, na contratação da plataforma de vendas, verifique se ela é baseada no modelo SaaS, com API aberta.

É a partir daí que a loja virtual terá acesso às atualizações do desenvolvedor e poderá ter acesso aos apps oferecidos por terceiros.

Comunicação

Nem sempre os gestores de e-commerce levam isso em conta, mas manter um nível adequado para a cadeia logística do comércio eletrônico também depende da adoção de iniciativas que valorizem a comunicação com o cliente.

A satisfação do consumidor tende a aumentar, por exemplo, quando ele recebe informações sobre o status da sua encomenda, conseguindo acompanhar todo o processo.

A melhor forma de fazer isso é por meio da integração entre os sistemas que sustentam a operação. Em outras palavras, é imprescindível que site, backoffice, sistema fiscal e CRM atuem de forma sincronizada.

Com isso, a loja consegue organizar o fluxo de atividades e ter em mãos as informações que serão passadas para o cliente.

Essa é a garantia, também, de que não haverá problemas na área de atendimento. Fique atento: a falta de respostas rápidas é fator decisivo para aumentar a insatisfação do cliente.

Mas como fazer isso se os dados do cliente não estiverem devidamente registrados e integrados aos demais processos da loja? Daí a importância da adoção das ferramentas adequadas.

Como mostramos neste artigo, logística para e-commerce vai muito além das tarefas operacionais relacionadas à entrega do produto. Mas os esforços valem à pena, uma vez que revertem a favor do negócio.

Gostou do artigo? Quer mais dicas para aperfeiçoar os processos de gestão da sua loja? Confira este post sobre Atendimento ao cliente: aprenda a torná-lo um diferencial competitivo!

Gustavo Chapchap
Trabalha com Comunicação há mais de 10 anos. Redigiu o projeto que originou o Dia do Profissional Digital #404DigitalDay aprovado no plenário da Câmara Municipal da Cidade de São Paulo em 2014. Colaborou com o lançamento do Guia de e-Commerce ABRADi-SP Sebrae-SP escrevendo o capítulo de plataformas, atua como Marketing Director na JET e-business.
  • Todos Fornecedores
  • Armazenamento
  • Consultoria
  • Entrega
  • Marketplace
  • Performance
  • Plataformas
    • Gestão de Anúncios
    • Atendimento ao Cliente
    • E-Mail Marketing
    • Sistema de ERP
    • Pagamento Online
    • Mídias Sociais
    • Plataforma de E-Commerce
    • Precificação Dinâmica
    • Vitrine Personalizada
  • Serviços
    • Escola Especializada
    • Logística
    • Agência Especializada
    • Redirecionamento de Encomendas
  • Soluções
 
Moovin
EZ Commerce
Rakuten
Bling
Accesstage
Mailbiz
LojaMestre
E-Goi
Neoassist
DLojavirtual
Dotstore
Ciashop
Seri.e Design
GhFly
E-Millennium
Bis2Bis
Bluefoot
F1soluções
Xtech Commerce
ComSchool
Brasil na Web
Nação Digital
Trezo
E-Commerce Logística
World Pay
Socialrocket
E-completo
Precode
IHouse Web
Smarthint
JET e-business
Ciclo
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.