Paixão como ativo estratégico do seu negócio

Que Santo Antônio não te surpreenda! Como se preparar para vender mais no Dia dos Namorados?

Dia dos namorados, para quem não sabe, no Brasil é uma data fabricada: foi criada por João Dória, pai do ex-prefeito de São Paulo no final da década de 40 para aquecer as vendas das Lojas Clipper – cliente da sua agência de publicidade – num período de baixa em vendas.  A escolha foi providencial: um dia antes do dia de Santo Antônio, o santo casamenteiro e de forte tradição no público feminino.

Quebrado o encanto promocional do “evento”, vamos ao que interessa: é uma data aonde as pessoas compartilham por meio de eventos e experiências, o afeto que um sente pelo outro. E isso é legal, ainda que impulsionado por seres humanos como nós, publicitários e marqueteiros.

Mas nada disso funciona se um ativo não se fizer presente: a paixão pelo negócio, pela marca e sua forma de funcionar. Com algumas experiências em diferentes segmentos da economia e agora atuando dentro e fora do país, consigo ser firme em acreditar que, assim como o amor, só o branding constrói.

Aliás, o branding é o amor em forma de ativo estratégico para o negócio. Negócios com as melhores pessoas e planejamentos, mas sem amor, é apenas mais um player dentro do mercado. Invariavelmente alguma novidade de macro/microambiente pode mudar todo o contexto e não haverá força para mover a empresa em novos sentidos. Trata-se de mais um no meio da multidão.

olist
Edrone
Smarthint
Performa.AI

Do outro lado, empresas geridas e cuja paixão/amor se propaga em todos os pontos de contato com o mercado – dos colaboradores aos acionistas, do desenvolvimento de produtos ao pós-vendas, por vezes pode até não ter as melhores práticas ou possuir vícios de gestão que travam o seu crescimento.

Mas possuem uma força motriz, uma motivação que se não a leva ao sucesso, a permite viver em mares turbulentos por mais tempo. Elas são mais ágeis e se adaptam porque sabem que viver é uma prova de amor ao legado do negócio consigo mesmo e com o mundo.

Ao longo dos últimos meses, percebo cada vez mais que a construção de um grande negócio, de uma marca incrível que passa mais pelo autodesenvolvimento do profissional do que pelas ferramentas que ele possui para alavancá-lo. É uma competição um contra um ao invés de sua empresa contra o mercado.

Para vencer todas as adversidades, novidades e desafios – seja para crescer, navegar contra crises, buscar novas receitas ou comprar o concorrente e captar as sinergias – o principal ativo, acreditem, reside no amor que você possui por você mesmo e pela sua marca e negócio.

Só o amor constrói. É melhor você ser mais apaixonado que seu concorrente, porque talvez só isso será capaz de colocar você dentro do coração do seu mercado.

Avatar
João Gabriel Chebante é fundador da Chebante Brand Strategy. Formado em Administração com Ênfase em Marketing na ESPM, com especialização em Modelagem de Negócios pela mesma faculdade e Gestão de Marcas (branding) pela FGV. Possui doze anos de experiência em marketing, atuando em inteligência de mercado e gestão de marcas como profissional e como consultor de empresas.
  • Todos Fornecedores
  • Armazenamento
  • Consultoria
  • Entrega
  • Marketplace
  • Performance
  • Plataformas
    • Gestão de Anúncios
    • Atendimento ao Cliente
    • E-Mail Marketing
    • Sistema de ERP
    • Pagamento Online
    • Mídias Sociais
    • Plataforma de E-Commerce
    • Precificação Dinâmica
    • Vitrine Personalizada
  • Serviços
    • Escola Especializada
    • Logística
    • Agência Especializada
    • Redirecionamento de Encomendas
  • Soluções
 
Moovin
EZ Commerce
Rakuten
Bling
Accesstage
Mailbiz
LojaMestre
Neoassist
DLojavirtual
Dotstore
Seri.e Design
GhFly
E-Millennium
Bis2Bis
Bluefoot
F1soluções
Xtech Commerce
ComSchool
Brasil na Web
Nação Digital
E-Commerce Logística
Socialrocket
Precode
Smarthint
JET e-business
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.