Pontos de retirada: a solução logística definitiva para o e-commerce

Azanonatec inicia produção de 'armários inteligentes' para e-commerce

Pontos de retirada.

Guarde bem esse termo.

Se você ainda não ouviu falar nele, saiba que, em breve, será a solução adotada por seu e-commerce para entregar mercadorias aos clientes.

O modelo, também chamado de pick up points ou click & collect, ainda é relativamente novo no Brasil, mas de grande sucesso fora dele.

Baseado no conceito de economia compartilhada, os pontos de retirada resolvem as principais necessidades logísticas da venda online.

Representam o fim da dor de cabeça para entregar e recolher produtos.

Com eles, ganha quem vende e quem compra.

Em consequência, há menos ruídos nessa relação.

Isso sem falar que cliente satisfeito compra mais, como você sabe bem.

É por razões como essa que, neste artigo, você vai conhecer tudo sobre os pontos de retirada, do conceito ao funcionamento.

E o melhor: vai descobrir que essa solução já está ao seu alcance.

Boa leitura!

O que são pontos de retirada (pick up points)?

Pontos de retirada, ou pick up points, são espaços compartilhados para o recebimento de mercadorias adquiridas na internet.

Também funcionam como locais para recolhimento de itens destinados a trocas e devoluções.

Sua proposta é alternativa ao modelo de entrega tradicional e de logística reversa no comércio eletrônico, que se dá via transportadoras ou através dos Correios.

Para isso, apresenta soluções para problemas comuns enfrentados por esses canais.

Ao compreender o seu funcionamento, fica mais fácil entender os diferenciais dos pontos de retirada.

Como o ponto de retirada funciona?

O processo é extremamente simples.

Até a efetivação da compra pelo cliente no site ou via aplicativo, nada muda.

O mesmo ocorre durante o faturamento, emissão de nota e separação em estoque.

As novidades começam a ser percebidas no despacho da mercadoria.

Diferentemente do modelo tradicional, ela não é direcionada para o endereço do cliente.

O produto é, então, remetido para um ponto de retirada de escolha do consumidor, conforme a proximidade de sua residência ou local de trabalho.

É lá que ele, como o nome indica, faz a retirada do objeto de compra.

Isso pode ocorrer em um prazo de sete dias, no horário que for mais conveniente ao comprador.

Assim como no modelo tradicional, o caminho até os pick up points é rastreado.

Isso significa que cliente e vendedor podem acompanhar o status da encomenda.

Assim que ela chega a um ponto de retirada, há um aviso de recebimento.

Basta o consumidor comparecer lá para pegar o que comprou.

Logística reversa

Nesse mesmo local, o cliente deixa o objeto comprado para troca ou devolução.

E faz isso depois de contatar a empresa vendedora, é claro.

O processo de logística reversa se parece muito com o tradicional.

A diferença é que, em vez de a transportadora fazer o recolhimento ou o comprador enviar o item pelos Correios, ele deve procurar o ponto de retirada à sua escolha para fazer o encaminhamento.

Na prática, em todas as situações, a interação física com seu cliente sempre se dará em um dos pontos de retirada.

Simples, não é mesmo?

Onde os pontos de retirada são localizados?

É aqui que entra o conceito de economia compartilhada.

Pontos comerciais são cadastrados para funcionar como espaços de click & collect.

Assim, quando o comprador digita o seu CEP durante o checkout, encontra ali as opções de pontos de retirada mais próximas.

Smarthint
Ciclo Agência Digital – Inside
Rakuten EXPO Inside
olist

Basta escolher o de sua preferência para avançar à próxima etapa da compra.

Qualquer estabelecimento comercial pode se tornar um pick up point.

Não é preciso ter relação com a empresa responsável pela venda.

Como já dito, é um sistema no qual todos saem ganhando.

E se as vantagens do modelo ainda não estão claras para você, no próximo tópico, não vão restar dúvidas.

5 vantagens dos pontos de retirada

Ao observar as vantagens do modelo de pontos de retirada para o e-commerce, fica evidente que há boas razões para essa ser a escolha de lojas físicas e virtuais.

Confira!

1. Fim dos problemas em entregas

O cliente não estava em casa no horário comercial?

O porteiro não tinha autorização para receber mercadorias?

Houve três tentativas de entrega sem sucesso?

A área de entrega não é atendida pelos Correios ou transportadoras?

Tudo aquilo que cria obstáculos para a entrega tradicional não atrapalha os pontos de retirada.

2. Qualifica a logística reversa

Pelo método tradicional, o cliente insatisfeito com a compra, que deseja trocar ou devolver um produto, pode ficar ainda mais decepcionado com sua loja.

Para ir aos Correios, precisa fazê-lo de segunda à sexta, no máximo até às 17 horas.

Não raro encontra enormes filas na agência.

Tudo isso gera uma experiência negativa que repercurte no seu e-commerce.

Quem aposta nos pontos de retirada foge dessa armadilha.

De quebra, pode recuperar um possível cliente ao conduzir o processo de forma mais prática e transparente.

3. Mais clientes

Conforme permite aos consumidores melhores experiências de compra e recebimento das mercadorias adquiridas, o índice de satisfação cresce e beneficia a sua loja.

A equação é simples: menos problemas + melhores soluções = mais clientes.

4. Maiores receitas

Para os estabelecimentos que funcionam como locais de pick up points, as vantagens não são menos interessantes.

E tudo começa pela maior divulgação.

A presença de clientes do e-commerce na sua loja, por si só, faz aumentar o fluxo de pessoas nela.

É a chance de tirar proveito para vender mais e faturar bem.

5. Experiência diferenciada e positiva

O consumidor é outro grande beneficiado do sistema de pontos de retirada.

Além de ter uma experiência de compra mais satisfatória, ele ainda economiza no frete.

Isso sem falar em toda a comodidade e segurança para ter acesso às encomendas.

Qualifique seu modelo de entregas

Neste artigo, você foi apresentado ao conceito de pontos de retirada, ou pick up points, uma solução logística para o seu e-commerce.

Adotar esse modelo pode ser um diferencial importante para a sua empresa.

Em breve, será uma exigência de mercado.

As vantagens são inegáveis e a experiência no exterior atesta o seu sucesso.

Na Europa, China e Estados Unidos, os pick up points já correspondem a 40% de todas as vendas online.

São mais de 40 mil pontos de distribuição, com uma média de 300 mil pacotes retirados a cada dia.

No Brasil, a cidade de São Paulo já conta com 60 pontos ativos e outros mil sendo preparados para iniciar.

Tudo isso só é possível graças ao pioneirismo da Pegaki, a primeira e maior rede de pontos de retirada do país.

Seja você um empreendedor físico ou digital, faça contato conosco e abra as portas ao crescimento sustentável.

João Cristofolini
João Cristofolini é CEO e Fundador Pegaki, empresa que permite comprar online e retirar a compra em estabelecimentos físicos.
  • Todos Fornecedores
  • Armazenamento
  • Consultoria
  • Entrega
  • Marketplace
  • Performance
  • Plataformas
    • Gestão de Anúncios
    • Atendimento ao Cliente
    • E-Mail Marketing
    • Sistema de ERP
    • Pagamento Online
    • Mídias Sociais
    • Plataforma de E-Commerce
    • Precificação Dinâmica
    • Vitrine Personalizada
  • Serviços
    • Escola Especializada
    • Logística
    • Agência Especializada
    • Redirecionamento de Encomendas
  • Soluções
 
Moovin
EZ Commerce
Rakuten
Bling
Accesstage
Mailbiz
LojaMestre
E-Goi
Neoassist
DLojavirtual
Dotstore
Ciashop
Seri.e Design
GhFly
E-Millennium
Bis2Bis
Bluefoot
F1soluções
Xtech Commerce
ComSchool
Brasil na Web
Nação Digital
Trezo
E-Commerce Logística
World Pay
Socialrocket
E-completo
Precode
IHouse Web
Smarthint
JET e-business
Ciclo
 

1 COMENTÁRIO

  1. tenho interesse em ser um ponto de retirada na minha loja, estou no meio da asa sul em brasília, df – ponto excelente, rua de muito serviço e lojas, caminho de entrebairros, ao lado de metro que tem ligação com a cidade toda na parte sul, e na parte sul das cidades satelites

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.