Indústria de jogos online é alvo de hackers em ataques DDoS (Negação de Serviço)

| 24/11/2016 - 15:04 PM | Comentários (0)

hacker-ecommerce

A ideia de que ataques DDoS (Negação de Serviço) possam prejudicar a indústria de jogos online parece um pouco mirabolante. No entanto, segundo a Trend Micro – empresa especializada na defesa de ameaças digitais e segurança na era da nuvem – o segmento bilionário de games conta com uma comunidade competitiva que cresce de forma contínua, atraindo naturalmente a atenção dos cibercriminosos.

Um caso recente de fraude em wire transfers permitiu que um grupo de hackers roubasse US$ 16 milhões de dólares em moedas da série FIFA, e as vendessem para compradores na Europa e na China.

A falta de regulamentação das moedas digitais para jogos pode fazer com que a superfície de ataque se volte contra esta indústria com o desenvolvimento de estratégias para faturar ilegalmente.

A obtenção de lucros por meio das bitcoins, torna esse esquema particularmente ideal para os cibercriminosos, tendo em vista que a moeda é criptografada, o que faz com que as atividades ilícitas sejam ainda mais indetectáveis.

Como funciona a lavagem de dinheiro da moeda online?

trendmicro1

Uma série de ataques que vão desde fraudes financeiras e roubos de identidade até ataques de negação de serviços e campanhas de spam (que podem levar à infecção de ransomware) foram financiados por essas vendas e já afetaram organizações de todos os tamanhos.

Foi observado que grupos conhecidos de hackers, como Armada Collective, Lizard Squad e Team Poison, estão hackeando os jogos online e financiando seus ataques cibernéticos de maior escala contra empresas.

A Demonstração de poder por trás dos ataques às empresas

Além disso, as empresas de games online também podem estar na mira de grupos cibercriminosos que as atacam por meio de ataques DDoS com ferramentas disponíveis gratuitamente que podem ser usadas para facilitar ataques multivetorizados.

Website na Deep Web que oferece a venda de moedas criptografadas

trendmicro2

O grande obstáculo aqui é que, apesar das recompensas monetárias obtidas pelos cibercriminosos serem usadas para suas atividades ilegais, o comércio de moedas para jogos online em si não é, estritamente falando, uma atividade criminosa. Atualmente não há nenhuma lei regulando as moedas para jogos online.

Com isso, dois fatores de peso devem ser levados em consideração: o primeiro é que a venda destas moedas é mais lucrativa por meio do modus operandi dos cibercriminosos e o segundo é que as empresas de jogos online devem tomar cuidado com esta ameaça e se responsabilizarem pela segurança sua e de seus usuários.

Perspectivas: indústria de games continuará sendo visada

De acordo com o relatório 2T2106 do provedor de serviços em nuvem Akamai, ataques de DDoS tiveram um aumento de 129% desde o ano passado, sendo que a indústria de jogo foi o principal alvo documentado, com 57%.

De acordo com a Trend Micro, se as empresas não conseguirem melhorar a própria segurança e os próprios jogadores continuarem sendo negligentes e colaborando com os cibercriminosos, o comércio de moedas para jogos online vai persistir e afetar não só a indústria de jogos, mas fará também muitas outras vítimas.

Obtenha mais informações sobre como as moedas para jogos online estão afetando as empresas na pesquisa da Trend Micro As Raízes Cibercriminosas da Venda de Moedas para Jogos Online“.

Tags: , , ,

Categoria: Crimes

Sobre E-Commerce News: Fundado no ano de 2009, o E-Commerce News é um site projetado para profissionais de todas as áreas, interessados nos mais recentes conteúdos sobre o e-commerce no Brasil e no mundo. Ver mais artigos deste autor.

  • Todos Fornecedores
  • Plataformas
    • Atendimento ao Cliente
    • E-Mail Marketing
    • Sistema de ERP
    • Pagamento Online
    • Plataforma de E-Commerce
  • Serviços
    • Escola Espelicializada
    • Logística
    • Agência Especializada
    • Redirecionamento de Encomendas
 
Moovin
EZ Commerce
Jet
Rakuten
Bling
Accesstage
Vtex
Mailbiz
Viewit
LojaMestre
Braspag
E-Goi
Neoassist
Tray
DLojavirtual
Dotstore
Ciashop
Seri.e
Akna
Web Jump
GhFly
E-Millennium
Bis2Bis
Bluefoot
F1soluções
Enviou
Internet Innovation
Xtech Commerce
ComSchool
Brasil na Web
Nação Digital
E-Commerce Logística
Trezo
Softvar
Nuvem Shop
Qwintry
 

Comente esta Matéria




Para incluir uma imagem ao lado do seu comentário, registre-se em Gravatar.