Como evitar que o e-commerce sofra ataques hackers na Black Friday?

Com o aumento do fluxo de visitantes aos sites de e-commerce durante a Black Friday – estimativas do setor indicam que a movimentação cresce de 16 a 20 vezes no período -, os varejistas online ficam mais expostos a riscos de ataques hackers que podem comprometer os negócios.

Nesse período, as lojas virtuais podem estar expostas a inúmeros tipos de ataques virtuais. Mas, afinal, quais medidas devem ser tomadas para garantir que a operação não fique exposta a esse tipo de risco? Para detelhar o assunto, o portal E-Commerce News entrevistou com exclusividade Bruno Prado, CEO da UPX Technologies, empresa especializada em performance e segurança digital. Prado ressalta que o ataque ao qual as operações de e-commerce estão mais vulneráveis é o de negação de serviço, conhecido pela sigla em inglês “DDoS”. “Esse ataque consiste em utilizar milhares ou até milhões de dispositivos infectados por arquivos maliciosos (malwares) para o acesso simultâneo a uma mesma loja virtual, afim de sobrecarregá-la e desestabilizá-la”, explica.

Performa.AI
Smarthint

Prado aconselha que durante a data os varejistas monitorem menções à marca na Internet – inclusive nas camadas mais profundas, como Deep Web e Dark Web –, com o objetivo de localizar páginas clonadas que possam furtar os dados dos consumidores e também menções suspeitas ao nome da empresa, que podem indicar um ataque iminente.

Sobre as medidas preventivas a serem tomadas, Prado destaca, em especial a adoção de todos os certificados de segurança para dar proteção à loja. Para além disso, ele destaca a importância de contar com uma ferramenta de trânsito IP para mitigação em tempo real de Ataques de Negação de Serviço (DDoS) das camadas 3 e 4 da Internet. “Por meio dela, os algoritmos identificam o perfil do tráfego, realizam a análise do fluxo e descartam o tráfego malicioso entregando somente o legítimo”, explica.

De acordo com o Google, uma loja pode perder mais de 300 mil acessos a cada hora em que fica fora do ar durante a Black Friday, número que pode representar um prejuízo de até R$ 1,5 milhão para um grande varejista. Além disso, as lojas virtuais investem valores relevantes em ações de marketing digital para atrair potenciais consumidores aos sites durante data, e esse montante fica prejudicado diante de eventuais insucessos na hora de concluir as transações. “No geral, a prevenção é mesmo a melhor forma de evitar incidentes com criminosos virtuais”, aconselha Prado.

Avatar
Fundado no ano de 2009, o E-Commerce News é um site projetado para profissionais de todas as áreas, interessados nos mais recentes conteúdos sobre o e-commerce no Brasil e no mundo.
  • Todos Fornecedores
  • Armazenamento
  • Consultoria
  • Entrega
  • Marketplace
  • Performance
  • Plataformas
    • Gestão de Anúncios
    • Atendimento ao Cliente
    • E-Mail Marketing
    • Sistema de ERP
    • Pagamento Online
    • Mídias Sociais
    • Plataforma de E-Commerce
    • Precificação Dinâmica
    • Vitrine Personalizada
  • Serviços
    • Escola Especializada
    • Logística
    • Agência Especializada
    • Redirecionamento de Encomendas
  • Soluções
 
Moovin
EZ Commerce
Rakuten
Bling
Accesstage
Mailbiz
LojaMestre
Neoassist
DLojavirtual
Dotstore
Seri.e Design
GhFly
E-Millennium
Bis2Bis
Bluefoot
F1soluções
Xtech Commerce
ComSchool
Brasil na Web
Nação Digital
E-Commerce Logística
Socialrocket
Precode
Smarthint
JET e-business
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.