Entenda a diferença entre um comparador de moedas e uma correspondente cambial

Comprar moedas estrangeiras para turismo exige uma boa pesquisa para garantir o melhor preço. Além da variação da cotação, que pode subir ou cair de acordo com fatores políticos e econômicos internos e externos dos países, existem também as diferentes formas de realizar a compra e troca de moedas estrangeiras.

A BeeCâmbio, primeira correspondente cambial brasileira que funciona totalmente online e está presente em 40 cidades, preparou uma explicação com as principais diferenças entre dois dos principais serviços procurados pelos compradores de moedas: o correspondente cambial e o comparador de moedas.

O correspondente cambial atua como uma extensão dos bancos e corretoras e deve obrigatoriamente estar filiado a alguma instituição. Ele leva praticidade para os compradores de moedas, pois pode ficar alocado em pontos de fácil acesso, fazendo com que o cliente não precise se dirigir a uma grande instituição financeira. Por meio de um correspondente cambial, é possível vender ou comprar, diretamente, até 3 mil dólares por operação. Compras e vendas acima desse valor são recebidas e encaminhadas à instituição a qual o correspondente é filiado.

Loja Integrada – Inside
Inside Banner Mandaê
Rakuten Expo 2017 – Inside

A BeeCâmbio, por exemplo, funciona totalmente online e pode ser contatada por meio de chat, Whatsapp, Telegram, Skype, e-mail e telefone. O cliente recebe a moeda delivery e pode criar alertas para obter as menores cotações do mercado, além de contar com sistema exclusivo de desconto progressivo a partir da quantidade de câmbio comprada.

Já o comparador de moedas, atua fazendo um levantamento do valor cobrado pelas casas de câmbio e apresentando aos clientes quais, dentre as ofertas existentes, são mais vantajosas. Alguns comparadores ainda permitem que o usuário pechinche informando qual valor gostaria de pagar, mas a grande decisão ainda é das corretoras, que devem pagar uma comissão por cada venda efetuada ou uma taxa para aceitar cada oferta. Elas podem optar também por não participar dos leilões e ainda assim pagam uma mensalidade para estar no comparador de moedas. Esses custos podem, ou não, serem repassados aos clientes de forma indireta.

Pois bem, com essa explicação, o comprador ou trocador de moedas não precisa mais ficar na dúvida sobre quais as diferenças e vantagens desses dois modelos de negócios e ter maior tranquilidade para realizar a transação.

Fundado no ano de 2009, o E-Commerce News é um site projetado para profissionais de todas as áreas, interessados nos mais recentes conteúdos sobre o e-commerce no Brasil e no mundo.
  • Todos Fornecedores
  • Consultoria
  • Marketplace
  • Performance
  • Plataformas
    • Gestão de Anúncios
    • Atendimento ao Cliente
    • E-Mail Marketing
    • Sistema de ERP
    • Pagamento Online
    • Mídias Sociais
    • Plataforma de E-Commerce
    • Precificação Dinâmica
  • Serviços
    • Escola Especializada
    • Logística
    • Agência Especializada
    • Redirecionamento de Encomendas
 
Moovin
EZ Commerce
Rakuten
Bling
Accesstage
Mailbiz
LojaMestre
E-Goi
Neoassist
DLojavirtual
Dotstore
Ciashop
Seri.e Design
Web Jump
GhFly
E-Millennium
Bis2Bis
Bluefoot
F1soluções
Enviou
Xtech Commerce
ComSchool
Brasil na Web
Nação Digital
Trezo
E-Commerce Logística
Softvar
SoS Loja Virtual
World Pay
Tray
Socialrocket
Qwintry
Mandaê
E-completo
Braspag
Precode
Adena
Loja Integrada
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here