Especialista revela as dicas para se dar bem na Black Friday

O preço não é tudo na Black Friday. O grande evento promocional do varejo, programado para acontecer no Brasil em 23 de novembro, atrai cada vez mais consumidores, interessados em aproveitar a oferta de descontos de até 70%. Mas, para evitar surpresas e ficar sem o produto encomendado nesse período, é preciso estar atento às condições de entrega e aos riscos de falhas na compra, alerta Aurélien Jacomy (foto anexa), especialista da consultoria em supply chain Diagma Brasil.

Segundo Aurélien, para atender um aumento tão concentrado da demanda durante a Black Friday, as empresas se organizam de diferentes maneiras, o que pode impactar na experiência de compra.

“Muitas aumentam o prazo de entrega. Para expedir em média 10 vezes mais produtos, as empresas podem levar 10 vezes mais tempo. Por isso, os prazos de entrega prometidos na Black Friday podem chegar a 30 ou até 60 dias após a efetivação da compra”, explica o consultor.

Aurélien afirma que, mesmo com estratégias específicas para atender a demanda (como por exemplo a contratação de mais pessoal para separação de pedidos e o aumento da frota), as empresas acabam tendo menos domínio da qualidade do serviço em tempos de Black Friday. “Não será uma surpresa se parte dos pedidos atrasar ou for expedida errado”, completa.

Performa.AI
Smarthint

Aurélien ressalta que o número de reclamações sobre compras feitas na Black Friday está caindo e, com alguns cuidados, é possível se precaver de uma má experiência durante a data promocional. Entre essas dicas, o consultor destaca:

“Compre apenas produtos que você não tem urgência para serem entregues. Mesmo que a empresa indique um prazo de entrega curto, existe uma forte probabilidade de atraso ou de erro na separação do seu pedido”

“Prefira fazer pedidos de um produto só. Os pedidos com apenas um produto são mais fáceis de separar, o que reduz o risco de falhas. E também são priorizados na hora da separação no Centro de Distribuição. Foque no que você realmente precisa..”

Terminada a Black Friday, há efeitos positivos e negativos para quem vai às compras. O especialista da Diagma Brasil lembra que, mesmo sem desconto, dias depois do evento, “seu pedido pode estar na fila, atrás dos demais pedidos recebidos no período promocional e que ainda não foram entregues”.

Por outro lado, o pós-Black Friday pode render boas oportunidades de compra. “As empresas compram muitos produtos, e nem todos serão vendidos. Nos dias e semanas após a promoção, elas continuarão a fazer promoções para escoar os estoques de alguns produtos. É o momento para aproveitar das promoções sem os problemas operacionais que surgem com a Black Friday”, finaliza Aurélien.

Avatar
Fundado no ano de 2009, o E-Commerce News é um site projetado para profissionais de todas as áreas, interessados nos mais recentes conteúdos sobre o e-commerce no Brasil e no mundo.
  • Todos Fornecedores
  • Armazenamento
  • Consultoria
  • Entrega
  • Marketplace
  • Performance
  • Plataformas
    • Gestão de Anúncios
    • Atendimento ao Cliente
    • E-Mail Marketing
    • Sistema de ERP
    • Pagamento Online
    • Mídias Sociais
    • Plataforma de E-Commerce
    • Precificação Dinâmica
    • Vitrine Personalizada
  • Serviços
    • Escola Especializada
    • Logística
    • Agência Especializada
    • Redirecionamento de Encomendas
  • Soluções
 
Moovin
EZ Commerce
Rakuten
Bling
Accesstage
Mailbiz
LojaMestre
Neoassist
DLojavirtual
Dotstore
Seri.e Design
GhFly
E-Millennium
Bis2Bis
Bluefoot
F1soluções
Xtech Commerce
ComSchool
Brasil na Web
Nação Digital
E-Commerce Logística
Socialrocket
Precode
Smarthint
JET e-business
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.