Um ano após a reforma trabalhista, veja como as empresas catarinenses se adaptaram à nova lei

A reforma trabalhista, em vigência desde 11 de novembro de 2017, alterou mais de cem pontos da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), com a proposta de flexibilizar direitos e atualizar a legislação, assinada em 1943. A nova regra afetou as férias, a jornada de trabalho, o tempo na empresa, banco de horas individual, remuneração e trabalho de gestantes. Além disso, foram criadas regras para o trabalho intermitente e o remoto (home office) e a contribuição sindical deixou de ser obrigatória.

Com as alterações, empresas e funcionários precisaram se adequar para seguirem a nova regra e a tecnologia pode ser uma importante aliada para isso. As empresas de tecnologia, que na prática são as que mais se beneficiam da reforma por apresentarem ações flexíveis na área de gestão de pessoas, sentiram o impacto das mudanças nesse primeiro ano. De acordo com Caroline Schmitz, diretora de gestão de pessoas da Cheesecake Labs, empresa que desenvolve aplicativos web e mobile, o primeiro impacto da reforma trabalhista foi a liberdade de acordo entre  empresa e os colaboradores, sem a necessidade de homologação do sindicato para desligamentos e políticas, por exemplo. “Nós sempre tivemos uma relação boa e harmônica com todos os pontos (colaboradores e sindicato), mas acabávamos caindo em uma burocratização que não acompanha a velocidade dos nossos processos. Com essa autonomia, conseguimos manter os direitos dos colaboradores negociando diretamente com eles”, explica Caroline.

Ela ainda pontua que uma das políticas que foi implantada na empresa após essa facilitação do fluxo de tomada de decisões foi o plano de Benefícios Adicionais. “Nele, cada colaborador tem a liberdade de montar o seu próprio pacote de benefícios dentre uma variedade votada por eles mesmos: VA/VR extra, vale combustível, vaga de garagem, massagem, nutricionista, aulas de yoga, aula de inglês e gift card”, exemplifica.

Performa.AI
olist
Smarthint

Uma outra mudança exaltada pelas empresas é o fracionamento das férias em três períodos, o que diminui o acúmulo de demandas e dá mais liberdade para o colaborador. Thais Consiglio, advogada que atua na Asaas, empresa que desenvolve um software de gestão de cobranças, afirma que este foi um dos pontos que mais gerou mudanças. “Como na Asaas é prezado o bem-estar dos colaboradores, já praticávamos algumas ações antes da reforma, ela veio para regulamentar este processo. Uma das mudanças maiores foi no fracionamento das férias, agora permitido por lei” conta Thais.

Trabalho remoto —  Outro impacto foi a regulamentação do trabalho remoto, Rosie Carla Czizewski, analista de departamento pessoal da Involves, empresa de Florianópolis que programa o software para gestão de Trade Marketing Agile Promoter, ressalta que este foi um dos benefícios possibilitados pela reforma que gerou maior impacto positivo. “Essa mudança foi excelente para nós, uma vez que em empresas de tecnologia  o trabalho pode ser feito em casa sem perda de qualidade. Formalizamos isso com a assinatura de um termo mencionando todos os critérios que a empresa deve assegurar quando o colaborador executar suas atividades em casa, tais como, cuidados com a ergonomia, iluminação, climatização e equipamentos. Com o trânsito que temos em nossa cidade, essa opção foi muito bem aceita por aqui”, destaca Rosie.

Com as novas regras, a tecnologia se torna aliada tanto de quem faz trabalho remoto, quanto das empresas. Atualmente, existem ferramentas de gestão de ponto pelas quais o trabalhador pode registrar os horários de entrada e saída online de onde estiver. Um exemplo é o Ahgora PontoWEB, que possibilita o gerenciamento online de ponto eletrônico com armazenamento em nuvem, onde todas as informações ficam seguras e são atualizadas em tempo real. A gestão da jornada do funcionário acontece com os colaboradores externos ou em home office, por meio de ferramentas que possibilitem esta gestão. Uma destas ferramentas é o aplicativo  Ahgora Multi, um app pensado especialmente para colaboradores externos, que podem fazer o registro de ponto de qualquer lugar pelo tablet ou celular com Reconhecimento Facial. O aplicativo ainda registra a localização do colaborador no momento da batida de ponto, assim os gestores e RH conseguem acompanhar os funcionários mesmo a distância. Sem assédio.

Avatar
Fundado no ano de 2009, o E-Commerce News é um site projetado para profissionais de todas as áreas, interessados nos mais recentes conteúdos sobre o e-commerce no Brasil e no mundo.
  • Todos Fornecedores
  • Armazenamento
  • Consultoria
  • Entrega
  • Marketplace
  • Performance
  • Plataformas
    • Gestão de Anúncios
    • Atendimento ao Cliente
    • E-Mail Marketing
    • Sistema de ERP
    • Pagamento Online
    • Mídias Sociais
    • Plataforma de E-Commerce
    • Precificação Dinâmica
    • Vitrine Personalizada
  • Serviços
    • Escola Especializada
    • Logística
    • Agência Especializada
    • Redirecionamento de Encomendas
  • Soluções
 
Moovin
EZ Commerce
Rakuten
Bling
Accesstage
Mailbiz
LojaMestre
E-Goi
Neoassist
DLojavirtual
Dotstore
Ciashop
Seri.e Design
GhFly
E-Millennium
Bis2Bis
Bluefoot
F1soluções
Xtech Commerce
ComSchool
Brasil na Web
Nação Digital
Trezo
E-Commerce Logística
World Pay
Socialrocket
E-completo
Precode
IHouse Web
Smarthint
JET e-business
Ciclo
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.