II Comitê de E-commerce discute tendências para o varejo eletrônico de alimentos

| 19/12/2016 - 11:35 AM | Comentários (0)

O comércio eletrônico brasileiro, o chamado e-commerce, está cada vez mais consolidado. Com previsão de crescimento na casa dos 14% em 2016, os varejistas eletrônicos conseguiram escapar da onda negativa que acertou em cheio o varejo físico, mantendo ou expandindo suas operações. Apesar do sucesso na maioria dos seus segmentos, o e-commerce alimentício ainda é uma novidade por aqui, tendo poucas companhias que se arriscam nesse campo e com uma área de atuação ainda bastante tímida. Tentando suprir essa falta de informação, a Teradata e o Ibevar promoveram o II Comitê de E-commerce, abordando a excelência operacional nesse tipo de operação e quais são as estratégias mais modernas existentes no mercado internacional.

O especialista responsável pela mesa de discussão foi Thierry Lebois, Gerente Comercial Alimentar do E-Commerce do Carrefour Brasil. Thierry trabalhou em diversos países e teve a oportunidade de conhecer muitas operações de e-commerces alimentícios já consolidados, apresentando as principais tendências mundiais do setor. Para Lebois, “A empresa que decide atuar no e-commerce precisa compreender a maturidade do mercado onde irá desenvolver suas atividades, entender os hábitos culturais e valores dos consumidores e alinhar isto com o seu momento econômico para determinar qual será a melhor estratégia de negócios. Não acredito que exista receita certa ou one size fits all. Tanto o momento de entrada quanto o road map de expansão devem ser planejados com alguma flexibilidade, para poder se adaptar a rápida evolução de tendências do canal online”

Segundo Thierry, “hoje temos vários tipos de operações logísticas que acontecem no mundo e diversas maneiras de se preparar um pedido tais como lojas compartilhadas (onde clientes da loja física dividem espaço com os preparadores de pedidos virtuais), dark stores (lojas fechadas para o cliente físico), centros de distribuição (manuais ou automatizados). O importante é o varejista analisar esses pilares, sempre de olho na sua estratégia de negócios e o retorno esperado versus os custos de investimento e operacionais. Você pretende preparar 150 pedidos por dia? Então uma loja compartilhada poderia ser uma boa estratégia de entrada no negócio com baixo investimento. Vai chegar a preparar 10 mil pedidos por dia? Neste caso um centro de distribuição automatizado poderia ser uma solução de expansão, mas vai requerer alto investimento”.

Para Mauricio de Paula, especialista da Teradata para Varejo e E-Commerce na América Latina, ” independentemente da abordagem que o varejista adote com relação às questões logísticas/operacionais, a análise dos dados é fundamental para que haja real controle do que e como acontece, buscando a todo momento oportunidades de melhoria/otimização de sua operação”. Segundo Mauricio, “hoje a análise de dados consegue otimizar todos os processos dentro de um varejo, modificando operações mais tradicionais como a coleta de produtos em uma Dark Store até o planejamento de um layout avançado de um Centro de Distribuição automatizado”.

A impressão dos especialistas presentes foi de que a operação de um e-commerce para o mercado alimentício ainda é um tema complexo, que exige uma série de novas atividades e disciplinas que mesmo um varejista tradicional de “tijolo e cimento” (ou “brick and mortar” que é o termo utilizado internacionalmente) tem dificuldade em lidar. Para os presentes, o principal desafio é aliar qualidade operacional a entrega de produtos, prática não comum nos varejos físicos. Se o processo operacional é um grande desafio, o relacionamento com o cliente nesse tipo de comércio eletrônico também é uma novidade, já que o novo canal de venda acaba ampliado o relacionamento com o consumidor gerando uma série de novidades e desafios para os varejistas.

Tags: , , ,

Categoria: Eventos

Sobre E-Commerce News: Fundado no ano de 2009, o E-Commerce News é um site projetado para profissionais de todas as áreas, interessados nos mais recentes conteúdos sobre o e-commerce no Brasil e no mundo. Ver mais artigos deste autor.

  • Todos Fornecedores
  • Plataformas
    • Atendimento ao Cliente
    • E-Mail Marketing
    • Sistema de ERP
    • Pagamento Online
    • Plataforma de E-Commerce
  • Serviços
    • Escola Espelicializada
    • Logística
    • Agência Especializada
 
Moovin
EZ Commerce
Jet
Rakuten
Bling
Accesstage
e-completo
Vtex
Mailbiz
Viewit
Digital UP
Softvar
LojaMestre
Braspag
E-Goi
Neoassist
Tray
DLojavirtual
Dotstore
Ciashop
Seri.e
Akna
Web Jump
GhFly
E-Millennium
Bis2Bis
Bluefoot
F1soluções
Enviou
Internet Innovation
Xtech Commerce
ComSchool
Brasil na Web
Nação Digital
E-Commerce Logística
Trezo
 

Comente esta Matéria




Para incluir uma imagem ao lado do seu comentário, registre-se em Gravatar.