Startup brasileira desenvolve projeto de descontaminação da água contendo metais pesados

Após os efeitos devastadores de rompimentos de barragens, como o da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), muito se questiona sobre as consequências da tragédia para o meio ambiente em longo prazo e como soluções de tratamento de água e rejeitos poderiam ter sido adotadas para evitar o desastre. Diante deste cenário, a Brasil Ozônio, startup da Incubadora USP/IPEN-Cietec, apresenta um projeto inovador que poderia ter sido usado para amenizar os efeitos desastrosos ao meio ambiente, bem como, minimizar a possibilidade de ocorrência de outros casos como este.

Trata-se de uma tecnologia 100% limpa que faz o tratamento da água contaminada por metais pesados, como ferro e manganês, os mesmos resíduos encontrados nos rejeitos da barragem da Mina Córrego do Feijão, por meio da transformação do oxigênio do ar em ozônio. Uma das empresas que já testaram e aprovaram esse sistema foi a Indústrias Nucleares do Brasil (INB), que possui barragens com água contaminada com ferro e manganês, recorrentes da extração de urânio. Com o apoio financeiro do BNDES Funtec, programa do BNDES voltado para projetos de P&D nos Institutos de Tecnologia em parceria com empresas, o projeto desenvolvido para a INB é referente à descontaminação da água com metais pesados, decorrente desta extração.

Smarthint
Performa.AI
olist

De acordo com Samy Menasce, fundador e presidente da Brasil Ozônio, a ideia é tratar a água contaminada para que ela possa ser devolvida aos rios sem prejudicar o meio ambiente, bem como, diminuir a pressão na barragem para que ela não fique sobrecarregada, minimizando riscos de rompimento. “O ozônio faz um tratamento corretor nesses rejeitos, oxidando os metais pesados que estejam diluídos na água, possibilitando a filtragem desses materiais. Com isso, é possível tratar a água removendo os resíduos e devolvê-la à natureza sem riscos para o ecossistema. Todas as barragens deveriam ter um sistema de tratamento de água para não sobrecarregar a estrutura”, afirma.

O projeto deu tão certo que a Brasil Ozônio desenvolveu, em conjunto com outras empresas, filtros que coletam os metais pesados separados da água, sendo possível a reutilização desses materiais. “É um ciclo que se renova a partir da utilização do ozônio, gerando economia para a empresa que pode reaproveitar os materiais e beneficiar o meio ambiente”, finaliza o presidente da startup.

Para Sérgio Risola, diretor-executivo do Cietec, colaborar com o desenvolvimento de um projeto que, além de agregar benefícios para o meio ambiente, pode minimizar riscos de grandes tragédias para o nosso País, nos deixa extremamente orgulhosos. “Nossa missão é fortalecer e a consolidar o trabalho de empresas que gerem impacto para a sociedade, solucionando e evitando possíveis problemas”, afirma Risola.

Fundado no ano de 2009, o E-Commerce News é um site projetado para profissionais de todas as áreas, interessados nos mais recentes conteúdos sobre o e-commerce no Brasil e no mundo.
  • Todos Fornecedores
  • Armazenamento
  • Consultoria
  • Entrega
  • Marketplace
  • Performance
  • Plataformas
    • Gestão de Anúncios
    • Atendimento ao Cliente
    • E-Mail Marketing
    • Sistema de ERP
    • Pagamento Online
    • Mídias Sociais
    • Plataforma de E-Commerce
    • Precificação Dinâmica
    • Vitrine Personalizada
  • Serviços
    • Escola Especializada
    • Logística
    • Agência Especializada
    • Redirecionamento de Encomendas
  • Soluções
 
Moovin
EZ Commerce
Rakuten
Bling
Accesstage
Mailbiz
LojaMestre
E-Goi
Neoassist
DLojavirtual
Dotstore
Ciashop
Seri.e Design
GhFly
E-Millennium
Bis2Bis
Bluefoot
F1soluções
Xtech Commerce
ComSchool
Brasil na Web
Nação Digital
Trezo
E-Commerce Logística
World Pay
Socialrocket
E-completo
Precode
IHouse Web
Smarthint
JET e-business
Ciclo
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.