Economia de recorrência: conquistar um novo cliente custa até 5 vezes mais

O modelo recorrente tem tido forte aderência por parte de empresas e investidores de setores variados, uma vez que traz estabilidade e previsão de receita. De acordo com a consultoria Gartner, em 2020, apenas no segmento de tecnologia, 80% das empresas, serão negócios de assinatura. A Vindi, plataforma de pagamento online que possui o maior gateway independente de pagamentos do país, lançou recente um estudo sobre esse mercado. O download pode ser feito aqui.

Esse estudo traça um panorama analítico sobre a fatia do mercado cujos negócios cobram seus clientes periodicamente pela uso de produtos e serviços. Este mercado se modernizou com a maior adesão aos pagamentos digitais, possibilitando a prosperidade de grandes negócios. Apesar de ser não aplicável a qualquer negócio, o modelo de recorrência pode ser utilizado em qualquer mercado onde há consumo recorrente e pode virar assinatura. Financeiramente é vantajoso, já que adquirir um novo clientes custa 5 vezes mais do que manter o que já está na sua base. Além disso, já outros benefícios, como crescimento sustentável da carteira de cliente, menor risco em tempos de crise, menor gasto com publicidade, entre outros.

Segundo Rodrigo Dantas, CEO de Vindi, “o subscription model tem a ver com a forma como se opera. Mas, o conceito de receita recorrente também se refere a investir em esforços para que um mesmo cliente compre o maior número de vezes possíveis”.

O caso de Smartfit é emblemático. Adotando o modelo de assinatura, a empresa se transformou e chegou a incrível 1,5 milhão de clientes matriculados em 2018. Dentro desse cenário, Dantas destaca cinco setores da economia que mais aderiram à recorrência:

  1. Tecnologia

Antes, o setor negociava seus produtos como licenças de compra de software e, atualmente, opera dentro de assinaturas.

2. Saúde

Edrone
olist
Performa.AI
Smarthint

Mesmo sendo difícil de imaginar, as academias de ginástica, seguros e planos de saúde aderiram fortemente à recorrência.

3. Educação

O consumo e demanda, claro, sempre tiveram característica recorrente. No entanto, hoje, os negócios do setor são de assinaturas.

4. Varejo

Aqui, tanto as versões online quanto físico, tiveram aderência ao modelo de assinaturas.

5. Serviço

A gama de serviços é bem grande e, por isso, a oportunidade é sedutora para o setor. Mas, podem ser citados como exemplos escritórios de contabilidade, imobiliárias, seguradoras e consultorias.

Avatar
Fundado no ano de 2009, o E-Commerce News é um site projetado para profissionais de todas as áreas, interessados nos mais recentes conteúdos sobre o e-commerce no Brasil e no mundo.
  • Todos Fornecedores
  • Armazenamento
  • Consultoria
  • Entrega
  • Marketplace
  • Performance
  • Plataformas
    • Gestão de Anúncios
    • Atendimento ao Cliente
    • E-Mail Marketing
    • Sistema de ERP
    • Pagamento Online
    • Mídias Sociais
    • Plataforma de E-Commerce
    • Precificação Dinâmica
    • Vitrine Personalizada
  • Serviços
    • Escola Especializada
    • Logística
    • Agência Especializada
    • Redirecionamento de Encomendas
  • Soluções
 
Moovin
EZ Commerce
Rakuten
Bling
Accesstage
Mailbiz
LojaMestre
Neoassist
DLojavirtual
Dotstore
Seri.e Design
GhFly
E-Millennium
Bis2Bis
Bluefoot
F1soluções
Xtech Commerce
ComSchool
Brasil na Web
Nação Digital
E-Commerce Logística
Socialrocket
Precode
Smarthint
JET e-business
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.