Mais de 60% das empresas no mundo estão em escritórios flexíveis

A ideia de se deslocar por horas para chegar ao escritório está se tornando tão obsoleta quanto o uso do fax. A conclusão é de uma pesquisa realizada pelo International Workplace Group (IWG), empresa líder mundial e brasileira em espaços flexíveis de trabalho, dona das marcas Regus e Spaces. O levantamento foi conduzido em janeiro deste ano e entrevistou mais de 15 mil pessoas em 80 países.

A pesquisa intitulada Global Workspace Survey, que analisa mundialmente há onze anos o uso dos espaços de trabalho, aponta que mais da metade das pessoas já está trabalhando fora das sedes de suas empresas por, pelo menos, três dias na semana. Não é surpresa, então, que de acordo com as descobertas da última edição, 62% das empresas em todo o mundo estão ocupando espaços flexíveis de trabalho, como escritórios compartilhados e ambientes de coworking.

Além de benefícios estratégicos e financeiros, os entrevistados apontaram o modelo como uma forma de atrair e reter talentos – já que as pessoas estão priorizando oportunidades que ofereçam alguma política de trabalho flexível. O formato, que tem chamado a atenção de funcionários mundo afora, também se mostra positivo para a conquista de resultados. Na pesquisa, 85% dos participantes confirmaram que a adesão ao escritório flexível aumentou a produtividade dos negócios.

olist
Performa.AI
Smarthint
Edrone

No Brasil, foram entrevistadas 1.116 pessoas. Deste total, 72% consideram que a existência de políticas flexíveis de trabalho é essencial para uma empresa, e 67% disseram que a empresa para qual trabalham possui alguma política de flexibilidade, dado acima da média mundial (62%). No país, 76% dizem que espaços flexíveis poderiam reduzir significativamente o tempo que gastam com deslocamento para ir e voltar do trabalho. Mais da metade (54%) dos brasileiros alegam que trabalham (fazendo telefonemas, checando e-mails etc.) enquanto estão no trajeto para a empresa.

Os executivos e líderes empresariais, no entanto, ainda buscam entender o que “flexibilidade” significa para os seus colaboradores. No estudo, cerca de um quinto dos trabalhadores globais descreveram o trabalho flexível como “a capacidade de tomar decisões a respeito da carga horária”, mas mais da metade deles relaciona o formato com “a possibilidade de escolher o local onde vão desempenhar suas atividades”.

Para Tiago Alves, CEO do IWG no Brasil, a flexibilização do ambiente de trabalho é impulsionada pela digitalização dos processos, hoje mais facilmente acessados de qualquer lugar, o que diminui a necessidade de deslocamento até o escritório. “O desafio agora é conciliar políticas que atendam às necessidades dos colaboradores e dos negócios. Quando isso estiver alinhado, as empresas poderão colher frutos como maior produtividade e a retenção de talentos, que o trabalho flexível pode oferecer. Além de proporcionar aos funcionários melhor equilíbrio entre vida profissional e pessoal”, explica o executivo.

Avatar
Fundado no ano de 2009, o E-Commerce News é um site projetado para profissionais de todas as áreas, interessados nos mais recentes conteúdos sobre o e-commerce no Brasil e no mundo.
  • Todos Fornecedores
  • Armazenamento
  • Consultoria
  • Entrega
  • Marketplace
  • Performance
  • Plataformas
    • Gestão de Anúncios
    • Atendimento ao Cliente
    • E-Mail Marketing
    • Sistema de ERP
    • Pagamento Online
    • Mídias Sociais
    • Plataforma de E-Commerce
    • Precificação Dinâmica
    • Vitrine Personalizada
  • Serviços
    • Escola Especializada
    • Logística
    • Agência Especializada
    • Redirecionamento de Encomendas
  • Soluções
 
Moovin
EZ Commerce
Rakuten
Bling
Accesstage
Mailbiz
LojaMestre
Neoassist
DLojavirtual
Dotstore
Seri.e Design
GhFly
E-Millennium
Bis2Bis
Bluefoot
F1soluções
Xtech Commerce
ComSchool
Brasil na Web
Nação Digital
E-Commerce Logística
Socialrocket
Precode
Smarthint
JET e-business
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.