Segurança digital para sua loja virtual

| 06/01/2017 - 08:23 AM | Comentários (0)

Segundo uma pesquisa recente realizada por uma empresa que é especialista em segurança, as lojas virtuais que conseguem oferecer mais segurança para os seus usuários são aquelas que conseguem aumentar mais a margem de lucro com as vendas, alcançando até 15% em relação ao que é registrado pelos sites que não adotam nenhum tipo de solução.

Então, caso você queira garantir que a sua loja virtual não tenha o seu faturamento caindo constantemente pelas mais diferentes ameaças vindas da internet, confira abaixo algumas dicas que trazemos e que podem fazer com que ela esteja sempre segura.

Segurança desde o início

Essa é a dica essencial. No momento em que você for escolher a melhor plataforma para o seu comércio eletrônico, não se esqueça que você, empreendedor, irá precisar oferecer as mais diferentes soluções para o seu negócio, seja em processos anti fraudes ou em soluções de segurança no seu sistema.

Isso acaba valendo não apenas para a sua plataforma principal, mas principalmente para aquelas extensões que são utilizadas nas lojas virtuais. Isso porque se você acabar instalando softwares piratas (além deles serem piratas), você também poderá vir a deixar o seu sistema vulnerável a atuação de programas maliciosos.

Ofereça possibilidade de pagamento protegido

O momento em que for efetuar o pagamento é um dos mais vulneráveis para o cliente e, também, para a empresa. O motivo é que este é momento em que os dados serão colocados. É em razão disto que muitos comércios eletrônicos acabam criando diferentes métodos de pagamentos para diferentes parceiros especializados. Além de sua loja virtual poder gerar praticidade, o fornecedor também será o responsável pela segurança dos dados na hora que ocorrer a transação e em qualquer tipo de irregularidade que venha a acontecer.

Atenção para situações atípicas

Se você, como proprietário da loja virtual, identificar qualquer tipo de comportamento estranho na sua loja que esteja vindo de usuários externos, é fundamental que você notifique o desenvolvedor da plataforma para que ele possa vir a procurar e a saber mais sobre a ação que está correndo.

O acesso de outros Ips ao login do administrador ou, até mesmo, repetidas tentativas de pagamento de diferentes usuários para o mesmo tipo de endereço de entrega são exemplos que o dono da loja precisa ficar atento, porque podem ser sinais de práticas indevidas.

Ofereça um ecossistema seguro

São poucas as lojas virtuais que trabalham com sistemas ERP integrados, a ferramenta que torna sua loja em uma plataforma única, reunindo todas as informações essenciais para que o seu negócio esteja num único local na web, o que acaba tornando a eficiência dos processos bem mais eficiente.

Além disso, gera comodidade, já que essa forma de sistema acaba implicando no contínuo uso de data centers terceirizados, o que torna o fornecedor responsável pela segurança dos dados. Assim, um comércio eletrônico precisa ter uma boa infraestrutura que gere segurança para os clientes que forem ceder seus dados.

Esteja sempre de olho aberto

É fundamental que você garanta o máximo de segurança para todos os processos existentes no seu comércio eletrônico. Se possível, utilize scanners (já há alguns disponíveis na internet) que tornam possível que você faça a verificação de quais são os pontos do seu sistema que estão mais vulneráveis a sofrerem ataques externos, seja isso em pontos em que o cliente acessa ou em outros nos quais são encontradas a infraestrutura do sistema.

Esse tipo de verificação precisa ser realizada de forma periódica para que venha garantir que a sua loja está realmente protegida de todas as formas de ameaça.

Tenha certificados digitais

Uma excelente maneira de conseguir aumentar a segurança do seu comércio eletrônico é que você adote certificados digitais. Como exemplo, o SSL é um excelente protocolo responsável por garantir que as informações sejam trocadas entre todo tipo de empresa e que os internautas estejam criptografados antes mesmo de saírem da máquina de emissor e que isso só seja decodificado no momento em que chegar ao destinatário final.

Caso não tenha ficado claro, um SSL faz a criptografia ao proteger todas as informações do site e, com isso, consegue evitar que usuários com má intenções leiam essas informações (isso, porque mesmo que eles tenham acesso, as informações estarão embaralhadas). Esse tipo de certificado protege tanto o dono do site quanto o usuário.Além de ajudar na classificação nos resultados de busca do Google já que esse é um critério usado para isso.

É por essa razão que acabou virando uma obrigação que todos os sites sérios de comércio eletrônico tenham essa certificação. Isso irá fazer que em casos que alguém ou que algum software venha a tentar interceptar uma transferência de dados, que ele não consiga interpretar nenhum tipo de conteúdo. Isso irá garantir que mais segurança para ambas as partes da negociação.

Outro importante certificado de segurança digital para a sua loja se chama DDS. Este, no caso, acaba exigindo que seja feito um atendimento de 12 diferentes tipos de requisitos de segurança, incluindo entre eles a proteção de dados dos titulares dos cartões de crédito, do uso de firewall, da atualização dos software antivírus e da aderência ao SSL, além de outras características.

Faça testes constantemente nos seus servidores e os mantenha atualizados:

Essa, perante as outras medidas sugeridas aqui, é uma bem simples. Mas mesmo sendo algo bem simples saiba que ela está entre as principais causas apontadas por gerar vulnerabilidade do IP dos comércios eletrônicos.

Então, sempre faça a atualização do seu servidor e dos patches de segurança dele. Basta atualizar sempre que for sugerido pelo sistema e isso irá corrigir qualquer tipo de erros que estejam ocorrendo e que esteja fazendo com que ocorram vulnerabilidades. É isso que faz essa medida ser tão necessária e precisa para qualquer site de comércio eletrônico.

Mas caso você queira testar a eficiência dos seus procedimentos recém-instalados e, desse modo, saber qual é a vulnerabilidade que seu sistema pode estar tendo, faça testes com frequência. Focar na segurança do seu usuário irá lhe gerar pontos extras e eventualmente isso irá aumentar a quantidade de vendas. Então, não se prive de oferecer um ambiente bem seguro de hospedagem para que informações de todos que passarem por ali estejam sempre seguranças.

Categoria: Dicas

Sobre Marcio Eugênio: Marcio Eugênio é especialista em e-commerce. É também colunista em diversos portais relacionados ao comércio virtual, administração e empreendedorismo, além de contar com uma vasta experiência em vendas online. Ver mais artigos deste autor.

  • Todos Fornecedores
  • Plataformas
    • Atendimento ao Cliente
    • E-Mail Marketing
    • Sistema de ERP
    • Pagamento Online
    • Plataforma de E-Commerce
  • Serviços
    • Escola Espelicializada
    • Logística
    • Agência Especializada
 
Moovin
EZ Commerce
Jet
Rakuten
Bling
Accesstage
e-completo
Vtex
Mailbiz
Viewit
Digital UP
Softvar
LojaMestre
Braspag
E-Goi
Neoassist
Tray
DLojavirtual
Dotstore
Ciashop
Seri.e
Akna
Web Jump
GhFly
E-Millennium
Bis2Bis
Bluefoot
F1soluções
Enviou
Internet Innovation
Xtech Commerce
ComSchool
Brasil na Web
Nação Digital
E-Commerce Logística
Trezo
 

Comente esta Matéria




Para incluir uma imagem ao lado do seu comentário, registre-se em Gravatar.