Como Criar seu Próprio Marketplace de Nicho

Com certeza você já ouviu falar sobre marketplaces e muito provavelmente já deve ter comprado em um deles.

Marketplace é um conjunto de lojas reunidas com o objetivo de dividir os custos de atração de tráfego de clientes.

Podem ser lojas do mesmo segmento ou de segmentos distintos. Isso mesmo até lojas concorrentes se unem para atrair consumidores mais facilmente.

Um bom exemplo disso são os mercados produtores, que existem há vários anos. Os produtores rurais decidiram criar marketplaces para se reunirem em um mesmo local e facilitar a vida dos compradores, que conseguem encontrar nesse local, tudo o que precisam.

Há vários outros exemplos de lojistas que decidiram criar marketplaces, como as regiões comerciais onde numa mesma rua ou bairro você encontra concentração de lojas.

Em São Paulo por exemplo, vários comerciantes quiseram criar marketplaces de roupas (como o Brás e José Paulino), criar marketplaces de peças de automóveis (Av. Duque de Caxias) e criar marketplaces de eletrônicos e informática (Santa Efigênia), somente para citar alguns.

São muitos exemplos. Até mesmos os shopping centers podem ser considerados marketplaces, com lojas e serviços de diversos segmentos.

Na internet não é diferente. Também é possível criar marketplaces de segmentos específicos e também criar marketplaces genéricos.

O mais interessante é que na internet é possível você criar um marketplace muito facilmente e com um custo baixo.

Performa.AI
Smarthint

Se você conhece bem um nicho de mercado e consegue ter acesso a vários lojistas e comerciantes desse segmento, pense em criar um marketplace para vender os produtos deles.

Quais são os passos para criar seu marketplace?

1. Encontre o nicho: quanto mais segmentado for, mais possibilidade de você conseguir atrair um público qualificado e ter mais rentabilidade

2. Encontre os lojistas ou fabricantes: quanto menos intermediários houver, melhor.
Então se você consegue contato direto com os fabricantes ou importadores, conseguirá melhores margens para vender esses produtos

3. Contrate uma plataforma de marketplace. Explore bem essa tecnologia e evite cair em “pegadinhas”de mercado.

4. Ensine seus lojistas a venderem: você precisa ensina-los a tirarem fotos e descreverem bem seu produto.

5. Atraia tráfego para seu marketplace: você precisará conhecer algumas estratégias de marketing digital para atrair tráfego qualificado e com baixo custo para o seu marketplace. A SM Places também pode te ajudar nesse ponto.

Enfim, por que os marketplaces estão em alta no mercado de e-commerce? Porque os administradores de marketplaces não precisam se preocupar com a operação de estoque e armazenagem.

Você só precisa conseguir juntar os lojistas ou fabricantes, ter a plataforma de marketplace certa e atrair o tráfego.

Boas vendas!

Junior Sales
Apaixonado pelo mundo de Startups, especialista em Marketplace, E-commerce e Gestão de projetos. Com mais de 9 anos de experiência, trabalhando em projetos de criação de marketplaces, e-commerce de vários segmentos e implementação de ERP. Sólidos conhecimentos em Varejo on-line, E-commerce B2B, usabilidade e Marketing online. Participação em projetos como Acessa São Paulo, Prodesp, Projetos online Oesp Mídia Grupo Estadão.
  • Todos Fornecedores
  • Armazenamento
  • Consultoria
  • Entrega
  • Marketplace
  • Performance
  • Plataformas
    • Gestão de Anúncios
    • Atendimento ao Cliente
    • E-Mail Marketing
    • Sistema de ERP
    • Pagamento Online
    • Mídias Sociais
    • Plataforma de E-Commerce
    • Precificação Dinâmica
    • Vitrine Personalizada
  • Serviços
    • Escola Especializada
    • Logística
    • Agência Especializada
    • Redirecionamento de Encomendas
  • Soluções
 
Moovin
EZ Commerce
Rakuten
Bling
Accesstage
Mailbiz
LojaMestre
Neoassist
DLojavirtual
Dotstore
Seri.e Design
GhFly
E-Millennium
Bis2Bis
Bluefoot
F1soluções
Xtech Commerce
ComSchool
Brasil na Web
Nação Digital
E-Commerce Logística
Socialrocket
Precode
Smarthint
JET e-business
 

9 COMENTÁRIOS

  1. Junior, um ótimo exemplo para ilustrar bem o seu artigo é o Marketplace Lingerie BR (www.lingeriebr.com.br), que reúne dezenas de indústrias de moda íntima aqui do polo de Nova Friburgo.
    Abraços!

  2. Júnior, excelente informação!

    Você poderia me ajudar indicando algumas plataformas (além da SM) pra quem quer criar seu próprio marketplace?

    Outra dúvida, o que especificamente quis dizer com
    “pegadinhas do mercado”?

    Se puder me enviar mais informações por email vou ficar muito grato!
    estudosroger@hotmail.com

    Abraço.

  3. Olá! Gostei muito do seu artigo. Você poderia indicar algumas plataformas confiáveis e boas para marketplace. Tenho um projeto e queria já iniciá-lo com uma plataforma bacana. Obrigada!

  4. Viva! Bom artigo ! pode enviar-me tb algumas plataformas de markeplace ,tal como o Rogerio solicitou. De preferencia que saiba se têm assistencia na europa.
    Muito grata

  5. Olá. acabando de descobrir que uma ideia que tive há dois anos, chama-se marketplace… Tenho muito acesso a um nicho específico de produtores, por faer a curadoria durante um tempo, de uma feira de economia criativa. Até hoje eles me procuram e eu gostaria de criar uma plataforma de marketplace que pudesse trabalhar com essas pessoas. Como posso me aprofundar no tema??? Gratidão.

  6. Olá temos uma plataforma de loja virtual completa integrada todas as formas de pagamento e entrega, com multi idiomas e moedas, integrações com marketplaces, comparadores de preços, erp, pin, crm. Além do recurso de CRIAR UM MARKETPLACE dentro da sua loja virtual, confira: https://brasil.mformula.net/business_products.php… Confira o demonstrativo: http://shop.mformula.info Seria muito interessante para nossa plataforma termos uma integração com uma empresa de pagamentos que realize o split de pagamentos entre o administrador e vendedores, com gerenciamento do administrador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.