Estudo mostra as métricas utilizadas por profissionais para avaliar seu website

A maioria das empresas avalia a efetividade geral de seu site a partir da qualidade das ligações que ele produz, de acordo com estudo lançado em setembro de 2011 pela Demandbase. Resultados do trabalho “2011 National Website Demand Generation Study” indicam que 34% dos profissionais de marketing B2B e de tecnologia da informação afirmam que a qualidade de suas ligações é o indicador de maior eficácia para medir o desempenho de seus sites.

Visitantes (22%) e vendas (21%) ficaram praticamente empatadas em segundo lugar, com uma diferença bastante significativa para o quarto indicador mais citado, a quantidade de ligações (9%), seguido por visualizações da página (8%) e outras respostas (6%).

Quando questionados sobre quais ferramentas se utilizam para medir o desempenho de seu site, 67% dos entrevistados afirmam que utilizam ferramentas de análise da web grátis. Este número é quase o dobro dos que citaram ferramentas de monitoramento de mídias sociais (28%), sendo seguidos por ferramentas de desempenho de site (23%), análises da web pagas (19%), ferramentas criadas pela própria empresa (18%), enquanto 11% citaram outras ferramentas.

30% dos entrevistados se utilizam apenas de ferramentas de análise grátis, enquanto 56% utilizam apenas uma ferramenta para medir o desempenho de seus sites.

Inside Banner Mandaê

50% dos entrevistados afirmam que a capacidade de atuar a partir dos dados recolhidos é um de seus principais desafios (foi aceita mais de uma resposta). Este número é quase o dobro da taxa obtida pelo segundo desafio mais popular da pesquisa, a fácil implantação (26%), seguida de monitoramento simples em tempo real (21%) e facilidade de entendimento (19%).

O número de visitas que um usuário faz a um site é a principal medida on-line usada por profissionais de marketing B2B/tecnologia da informação, com 65% dos entrevistados a utilizando, seguido por todas as atividades de usuários registrados (49%), localização de usuários individuais e a fonte de entrada destes usuários (ambos 41%).

Entre as medidas on-line menos populares se incluem a companhia de usuários individuais com 20%, enquanto 5% dos entrevistados afirmam não se utilizar de nenhuma medida para avaliar o desempenho de seu site.

Cerca de 45% dos entrevistados não sabem quando seus consumidores B2B são mais propensos a abandonar  o seu site. Outros 17% afirmam que os abandonos ocorrem mais frequentemente em uma página de recursos ( como de um blog ou artigo), 15% na página de inscrição/registro e 13% na página inicial. As menos lembradas foram a página de recrutamento (4%) e página do produto (3%).

Embora 41% dos profissionais de marketing/tecnologia da informação afirmem que as conexões pessoais e referências são suas principais origens para atividades profissionais, sites de empresas (com 23%) são os líderes em geração de atividades on-line, de acordo com outra análise sobre o mesmo estudo.

Fundado no ano de 2009, o E-Commerce News é um site projetado para profissionais de todas as áreas, interessados nos mais recentes conteúdos sobre o e-commerce no Brasil e no mundo.
  • Todos Fornecedores
  • Armazenamento
  • Consultoria
  • Entrega
  • Marketplace
  • Performance
  • Plataformas
    • Gestão de Anúncios
    • Atendimento ao Cliente
    • E-Mail Marketing
    • Sistema de ERP
    • Pagamento Online
    • Mídias Sociais
    • Plataforma de E-Commerce
    • Precificação Dinâmica
  • Serviços
    • Escola Especializada
    • Logística
    • Agência Especializada
    • Redirecionamento de Encomendas
 
Moovin
EZ Commerce
Rakuten
Bling
Accesstage
Mailbiz
LojaMestre
E-Goi
Neoassist
DLojavirtual
Dotstore
Ciashop
Seri.e Design
Web Jump
GhFly
E-Millennium
Bis2Bis
Bluefoot
F1soluções
Xtech Commerce
ComSchool
Brasil na Web
Nação Digital
Trezo
E-Commerce Logística
Softvar
World Pay
Tray
Socialrocket
Mandaê
E-completo
Braspag
Precode
Adena
Loja Integrada
Arroba
Alfa ERP
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here