Empreendedor digital aposta no varejo online de alimentação funcional

| 24/11/2014 - 10:43 AM | Comentários (0)

pronto-ligth

Curiosamente, foi apenas quando parou de jogar vôlei que Eduardo Dimand, 32, conseguiu finalmente a levar a prática de musculação a sério. Após quase 10 anos atuando como atleta federado, o paulistano deixou as quadras e passou a trabalhar em uma agência de propaganda, conciliando sua nova atividade profissional com os treinos físicos. Seu objetivo era perder peso e ganhar massa muscular.

“Descobri que a alimentação era o grande divisor de águas para se obter um resultado mais expressivo, mas tive dificuldade em providenciar todas essas refeições personalizadas e com porções adequadas para as minhas necessidades”, lembra Dimand. Percebendo uma oportunidade de mercado, ele chamou dois sócios, Fernando Negrão, 33, e Pedro Pandolpho, 34, e investiu em torno de R$ 100 mil na loja virtual Pronto Light (www.prontolight.com), que comercializa desde salgados e massas integrais até dietas mensais completas, programas para desintoxicação ou para body builders e vegetarianos. “Sabia que outras pessoas gostariam de mudar seus hábitos alimentares, mas não sabiam como e não tinham tempo, como eu”, completa o sócio-diretor da Pronto Light. As refeições congeladas e com baixas calorias têm como público-alvo pessoas que seguem dietas rigorosas, sejam atletas que precisam melhorar o desempenho no esporte ou simplesmente qualquer um que deseja perder peso. Com o sucesso da operação, a Pronto Light conseguiu, em quatro anos, recuperar o investimento e se prepara para ampliar sua sede e iniciar a distribuição para fora da capital paulista.

Cada vez mais ocupadas com a correria do dia-a-dia, essas pessoas têm encontrado nas lojas virtuais, comodidade e preço para comprar suas refeições saudáveis e funcionais. Recentemente, um estudo do SEBRAE mapeou as 50 melhores oportunidades de negócio na internet para quem quer investir no e-commerce, mercado que deve faturar mais de R$ 30 bilhões de reais neste ano no Brasil. De acordo com o levantamento, entre os nichos com os menores níveis de concorrência está o de artigos para malhação.

De acordo com dados da PayU Latam, empresa especializada em pagamentos online, o tíquete médio de produtos ligados à alimentação saudável foi de R$ 300, no período de janeiro a outubro deste ano. Do total dessas compras, 90% foram efetuadas com cartão de crédito e 10% por meio de boleto bancário.

“O interesse vem não apenas de quem freqüenta academias, mas todos aqueles que buscam uma alimentação saudável, ou seja, desde um atleta de ponta até uma senhora que precisa se alimentar corretamente por questões de saúde”, destaca o empresário. Segundo a Ebit, o segmento de saúde, que é catalogado como “Cosméticos e Perfumaria/ Cuidados Pessoais e Saúde”, subiu uma posição de 2013 para 2014 e já ocupa a segunda colocação em volume de pedidos da internet brasileira, atrás apenas de Moda e Acessórios.

Tags: , , ,

Categoria: Lançamentos

Sobre E-Commerce News: Fundado no ano de 2009, o E-Commerce News é um site projetado para profissionais de todas as áreas, interessados nos mais recentes conteúdos sobre o e-commerce no Brasil e no mundo. Ver mais artigos deste autor.

  • Todos Fornecedores
  • Plataformas
    • Atendimento ao Cliente
    • E-Mail Marketing
    • Sistema de ERP
    • Pagamento Online
    • Mídias Sociais
    • Plataforma de E-Commerce
  • Serviços
    • Escola Espelicializada
    • Logística
    • Agência Especializada
    • Redirecionamento de Encomendas
 
Moovin
EZ Commerce
Jet
Rakuten
Bling
Accesstage
Vtex
Mailbiz
Viewit
LojaMestre
Braspag
E-Goi
Neoassist
Tray
DLojavirtual
Dotstore
Ciashop
Seri.e
Akna
Web Jump
GhFly
E-Millennium
Bis2Bis
Bluefoot
F1soluções
Enviou
Xtech Commerce
ComSchool
Brasil na Web
Nação Digital
E-Commerce Logística
Trezo
Softvar
Qwintry
SoS Loja Virtual
 

Comente esta Matéria




Para incluir uma imagem ao lado do seu comentário, registre-se em Gravatar.